Página Principal > Ginecologia e Obstetrícia > Quais são os antiepilépticos mais indicados durante a gestação?

Quais são os antiepilépticos mais indicados durante a gestação?

Na reunião anual de 2016 da American Epilepsy Society (AES), pesquisadores apresentaram novos dados de um estudo sobre os antiepilépticos mais comuns na gestação: a maior parte das pacientes está sendo tratada com lamotrigina e/ou levetiracetam.

O estudo apresentado incluiu um total de 565 mulheres de 20 clínicas norte-americanas entre 2012 e 2016: 351 pacientes grávidas com epilepsia; e dois grupos de controle com 105 grávidas sem epilepsia e 109 não grávidas com epilepsia.

Em relação ao tratamento, 73% das mulheres com epilepsia estavam recebendo monoterapia (lamotrigina ou levetiracetam); destas, cerca de 66% tinham epilepsia focal. O restante apresentava convulsões generalizadas ou não identificadas.

A razão para isso, explicam os pesquisadores, é que as evidências apontam as duas drogas como as mais seguras para uso durante a gestação: baixas taxas de malformação e bons resultados cognitivos e comportamentais infantis.

O estudo segue analisando os resultados maternos, como convulsões, depressão e partos cesáreos.

Tendências anteriores

No inícios dos anos 1900, os três antiepilépticos mais populares para mulheres grávidas eram carbamazepina, fenitoína e valproato. A presença dessas drogas foi drasticamente reduzida, em parte, graças às novas evidências – ou falta delas – que mostraram efeitos adversos graves.

O valproato, por exemplo, já foi associado a malformações e déficits cognitivos no bebê. As últimas recomendações da American Academy of Neurology e da American Epilepsy Society  já orientam contra o uso da droga durante a gestação.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Referências:

  • Lamotrigine, Levetiracetam Top AEDs in Pregnancy. Medscape. Dec 09, 2016.
  • American Epilepsy Society (AES) 2016 Annual Meeting. Poster 1.211, Platform Session C.03. Presented December 3 and 5, 2016.

Comentários

Texto

Deixe uma resposta