Página Principal > Saúde & Tecnologia > Veja dicas essenciais para escolher a especialidade correta!

Veja dicas essenciais para escolher a especialidade correta!

Escolher a especialidade pode ser uma das maiores dificuldades entre os estudantes e recém-formados de medicina. Algumas pessoas já crescem e entram na faculdade com uma especialidade certa, aquela que acredita ser sua vocação. Mas muitas ainda ficam confusas, e é normal. Nem sempre o foco de vida é a profissão, pode ser ter uma vida tranquila, ter um casamento, ter filhos, ou até mesmo outro hobby ou profissão, como escrever ou cantar. Por isso, na hora de decidir algumas questões podem interferir, e algumas dicas podem ajudar. Reunimos algumas dessas informações para que você não fique perdido e tente fazer uma escolha que se encaixa com você.

  1. Objetivos

Algumas áreas são muito procuradas, outras dão menos dinheiro, outras têm uma vida mais conturbada… Tudo deve ser levado em conta. Mas antes de qualquer coisa, é necessário você entender o que realmente quer: qual é o seu objetivo principal na vida: o trabalho, a vida pessoal ou outra coisa? E qual seu objetivo específico na profissão?

  1. Emocional

Visto isso, pense em algumas outras questões.  Você tem algum desejo principal ou significado que queira dar ao seu futuro? Tem algum sonho na parte profissional? Qual especialidade te deixará mais realizado e conseguirá trazer essa paixão à tona? Estar satisfeito emocionalmente fará com que tudo se torne mais fácil e você seja um profissional melhor.

  1. Habilidades

E suas habilidades físicas? Com o que você se considera realmente bom? A cirurgia, por exemplo, precisa de muito mais habilidade com as mãos, de passar grande parte do tempo em pé e de saber lidar com urgências. Pense também em suas habilidades humanas, como empatia, paciência, e outras. Na pediatria é necessário saber lidar com crianças, além de lidar com os pais e suas preocupações frequentes. Não deixe de avaliar essas questões na hora da sua escolha.

  1. Financeiro

Mesmo que a medicina não seja mais a profissão mais rentável no Brasil (dados de 2006), ela ainda é muito procurada por esse motivo. E não há nada de errado em querer uma vida tranquila e, por isso, escolher a profissão pela remuneração que ela dá. Mas é claro que a vida que você vai levar na prática interferirá na sua vida pessoal, e isso também deve ser levado em consideração.

Veja também: ‘Quais são as características de um ‘bom médico’?’

Se o seu objetivo é a vida financeira, uma pesquisa de 2014 do site de empregos Catho, apontou as especialidades mais bem remuneradas no país. Entre as 10 áreas mais bem pagas, a pesquisa apontou cirurgia, ortopedia, anestesia, dermatologia, hematologia, mastologia, oncologia, e outros. Vale lembrar que existe uma variação por nível de qualificação, e um médico com mestrado ou doutorado pode chegar a ganhar três vezes mais que aquele apenas com graduação.

  1. Concorrência

Quer fugir das áreas com mais profissionais? O Conselho Federal de Medicina (CFM) publicou em 2013 os dados das maiores especialidades no país. São elas: pediatria, ginecologia e obstetrícia, cirurgia geral, clínica médica, anestesiologia, medicina do trabalho e cardiologia. Mas lembre-se que só ser uma área com muitos médicos não significa que você ficará de fora, visto que algumas são necessárias a qualquer ser humano.

  1. Futuro

Por fim, pensar no futuro também é essencial. Com todas as evoluções tecnológicas, a medicina tem sido beneficiada em muitas questões. Assim, as seis especialidades mais promissoras também podem entrar na sua lista de possíveis escolhas. São elas: clínica, obstetrícia e ginecologia, radiologia, oftalmologia, medicina do esporte e reabilitação, e oncologia.

Tendo em mente esses pontos, algumas questões poderão ser esclarecidas para a sua decisão final. Caso ainda esteja com dúvidas, conversar com especialistas que estão há bastante tempo na profissão pode ajudar a entender melhor como funciona a prática. E se ainda não conseguiu escolher, o portal PEBMED tem muitas outras dicas e informações que podem ser úteis para você.

Referências:

  • http://portal.cfm.org.br/index.php?option=com_content&id=23589:sete-especialidades-concentram-mais-da-metade-dos-medicos-brasileiros
  • Claudia Gasparini.  Os 15 maiores salários na área médica. Site Revista Exame, 2014.
  • Choosing a Specialty: A Letter to a Medical Student. Medscape. Jan 04, 2017.

 

 

Comentários

Texto

Deixe uma resposta