Categorias: Saúde & Tecnologia

10 inovações que vão mudar a medicina em 2017

A Cleveland Clinic reuniu mais de 100 médicos e pesquisadores para escolherem as 10 tecnologias mais promissoras para 2017, com potencial de transformar os cuidados com a saúde. Veja a lista:

1) O microbioma:

O microbioma é composto de trilhões de bactérias úteis que fazem uma “casa” dentro do intestino humano. Recentes descobertas revelaram o poder do microbioma para prevenir, diagnosticar e tratar doenças. O setor de saúde, em breve, estará focando seus recursos para abordar o potencial de novas terapias, diagnósticos, probióticos e outros produtos.

2) Drogas para diabetes que reduzem doenças cardíacas e morte:

Adultos com diabetes são duas vezes mais propensos a terem doença cardiovascular (DCV) ou AVC. Metade dos pacientes com diabetes tipo II morrerão por DCV. Dois novos medicamentos recentemente aprovados para tratar a diabetes, o liraglutide (victoza) e o empagliflozina (jardiance), mostraram-se promissores na redução dessas complicações cardíacas.

3) Terapia CAR-T para a leucemia e linfoma:

Usando um novo método chamado receptores quiméricos de antígeno – terapia de células T -, os médicos estão agora recrutando as células imunes dos próprios pacientes na luta contra a leucemia e linfoma. As células T de um indivíduo são removidas e geneticamente modificadas para procurar e destruir células cancerosas, e, então, re-infundidas por via intravenosa.

4) Biópsia líquida para rastreio do câncer

A biopsia líquida é capaz de identificar fragmentos de DNA de tumores na corrente sanguínea e indicar sua presença antes mesmo destes se tornarem visíveis, em uma fase em que podem ser bloqueados. O exame pode ajudar a entender como os tumores mudam para vencer os tratamentos existentes ou ajudar a identificar os estágios iniciais da doença.

Veja também: ‘Dispositivo permite fazer suturas com apenas uma mão’

5) Recursos automáticos de segurança para o carro

Sistemas de aviso de colisão, controle de direção adaptável, assistência de faixa e alertas de tráfego são algumas das inovações para os próximos anos, com potencial para reduzir ainda mais os acidentes de carro fatais.

6) Recursos de interoperabilidade

Desenvolvido pela Fast Healthcare, o FHIR é uma especificação de interoperabilidade que pode atuar como um tradutor para prontuários eletrônicos que não se comunicam bem entre si.

7) Cetamina para a depressão resistente ao tratamento

Para um terço das pessoas com depressão, nem terapia ou medicação é eficaz. Cetamina, que já foi usada de forma ilícita como alucinógeno, melhora os sintomas rapidamente para a maioria destes pacientes, de acordo com estudos iniciais (cerca de um dia para 70% dos participantes testados). Nos EUA, a cetamina vem sendo administrada para casos graves, em emergências psiquiátricas, onde há risco de suicídio.

11 suturas que todo médico deve conhecer: baixe grátis nosso e-book!

8) Visualização 3D e realidade aumentada para cirurgia

Câmeras 3D estão ajudando cirurgiões e suas equipes a terem uma visão melhor. A tecnologia amplia o campo de visão e permite que todos na sala de cirurgia possam ver o que está acontecendo em três dimensões. Veja abaixo:

9) Teste de HPV auto-administrado

O HPV infecta, aproximadamente, 80% das mulheres sexualmente ativas, causando quase 250 mil mortes por ano. Cerca de 85% dessas mortes acontece em países em desenvolvimento, onde o acesso a exames e tratamento é limitado. Pensando nisso, cientistas desenvolverem kits de testes de HPV auto-administrados, que podem chegar a qualquer um em todas as partes do mundo.

10) Stents bio-absorvíveis

E se o stent pudesse simplesmente desaparecer depois de ter feito seu trabalho? O stent bioabsorvível possibilita a desobstrução da artéria coronária sem implante metálico permanente, pois todo o sistema é bioabsorvível. Estudos indicam que a nova prótese também reduz a dor no peito após a cirurgia.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Referências:

  • https://www.todaysmedicaldevelopments.com/article/cleveland-clinic-top-10-medical-innovation-2017-102716/
Compartilhar
Publicado por
Vanessa Thees

Posts recentes

ACC 2021: oclusão do apêndice atrial em cirurgia cardíaca + anticoagulação pode reduzir risco de AVE?

O estudo LAAOS 3 avaliou se a oclusão do apêndice atrial esquerdo, adicionada à posterior…

7 horas atrás

ACC 2021: sacubitril + valsartana ou ramipril para pacientes com IAM e IC?

O trial PARADISE-MI, apresentado no congresso do ACC 2021, testou a eficácia e segurança do…

7 horas atrás

ACC 2021: aspirina na prevenção secundária – qual a melhor dose?

O estudo ADAPTABLE, apresentado no congresso do ACC 2021, buscou entender se doses maiores de…

12 horas atrás

Whitebook: murcormicose

Em nossa publicação semanal de conteúdos do  Whitebook Clinical Decision vamos falar sobre a apresentação…

13 horas atrás

Ceratite infecciosa e lentes de contato: O que precisamos saber?

A ceratite infecciosa é a complicação mais séria que pode decorrer do uso de lentes…

1 dia atrás

Hemorragia intracraniana em pacientes que tomam anticoagulantes orais

A hemorragia intracraniana é potencialmente devastadora associada à terapia anticoagulante. Sua reversão é uma emergência. Saiba…

1 dia atrás