A artrodese total do punho deve ser realizada com ou sem fusão da CMC?

Estudo comparou biomecanicamente dois tipos de placas, longas e curtas para artrodese do punho.

A artrodese total do punho é utilizada nos casos de artrose do punho quando não há possibilidade de outras técnicas que mantenham o movimento como a artroplastia de punho. Atualmente vem sendo realizada com uso de uma placa dorsal de baixo perfil com o intuito de reduzir a irritação dos tendões extensores.

Leia mais: Quais os resultados das artroplastias de punho quanto à função e controle da dor?

A discussão atual consiste na fusão ou não da articulação carpometacárpica (CMC) existindo placas longas que englobam essa articulação e placas curtas que terminam proximal a ela. A vantagem teórica da placa curta seria permitir ainda algum grau de movimento na CMC, porém não é indicada em pacientes de alta demanda já que a articulação pode acabar sobrecarregada sem a fusão. Foi publicado, recentemente, na revista Hand, um estudo com o objetivo de comparar biomecanicamente os dois tipos de placas para artrodese do punho.

A artrodese total do punho deve ser realizada com ou sem fusão da CMC?

Collection X-ray multiple bone fracture (finger,spine,wrist,hip,leg,clavicle,ankle,elbow,arm,foot)

Métodos

Foram comparadas placas de seis diferentes fabricantes como Acumed, Medartis, Stryker, Trimed e dois modelos da Synthes. Em um laboratório na Austrália, as placas foram montadas em modelos impressos 3D testados sob uma carga de flexão de 4 N a 4 Hz por 50.000 ciclos, aumentada em 15% a cada 10 mil ciclos até a falha.

Resultados

As placas com artrodese da CMC foram mais rígidas e falharam com carga e número de ciclos significativamente maiores do que placas montadas em modelos sem artrodese da CMC. A placa de artrodese de punho com travamento em aço inoxidável da Synthes performou melhor que a placa Trimed aplicada ao modelo sem artrodese CMC e a placa Acumed aplicada ao modelo com artrodese CMC.

Saiba mais: Artrodese de quatro cantos: resultados são semelhantes às de dois ou três?

Conclusão

A conclusão do trabalho foi que a incorporação do CMC na artrodese total do punho pode proteger contra falhas da placa. Se não for realizada artrodese da CMC, a remoção da placa deve ser considerada antes que ocorra a quebra.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe o Whitebook Tenha o melhor suporte
na sua tomada de decisão.
Referências bibliográficas: Ícone de seta para baixo
  • Owen DH, Wang D, Cong X, Mowbray C, Perriman DM, Roberts CJ, Smith PN, Drobetz H, Ackland D. Biomechanical Performance of Total Wrist Arthrodesis Plates With and Without Arthrodesis of the Carpometacarpal Joint. Hand (N Y). 2023 Oct 7:15589447231198263. DOI: 10.1177/15589447231198263.