ABRAMEDE 2021: veja os principais temas do congresso brasileiro de Medicina de Emergência

Tempo de leitura: 2 min.

Nos últimos dias 15 a 17, aconteceu, de forma online, o congresso da Associação Brasileira de Medicina de Urgência e Emergência (ABRAMEDE 2021). Algumas palestras e sessões trouxeram nomes importantes da área para discutir temas que são comuns na emergência, como o Dr° Jean Louis Vincent, da Universidade de Bruxelas, quando o assunto foi sepse.

Confira os principais destaques!

ABRAMEDE 2021

1. Vias aéreas e ajustes da ventilação mecânica inicial na emergência

Uma das principais sessões interativas foi a de vias aéreas. Nela, foi discutida a sequência atrasada de intubação, as lições aprendidas na emergência sobre a Covid-19 e o manejo de vias aéreas, além de um tema mais específico: a via aérea fisiologicamente difícil no paciente com rebaixamento do nível de consciência. Veja tudo aqui!

2. Como abordar a sepse na emergência?

Na sessão dedicada à sepse, o professor Dr° Jean Louis Vincent, da Universidade de Bruxelas, trouxe sua experiência ao longo dos anos à frente do Hospital Erasme, que é referência mundial no atendimento de pacientes graves. Confira as principais informações aqui.

3. Principais destaques sobre trauma

Na sessão interativa sobre trauma, o primeiro tópico abordado foi a transfusão de sangue total como terapia de escolha na ressuscitação de pacientes com choque hemorrágico. Depois, foi falado sobre o uso do ácido tranexâmico na hemorragia traumática e, por fim, a sessão foi encerrada com o tema de choque oculto no trauma. Veja os detalhes.

4. Como utilizar trombolíticos em pacientes com embolia pulmonar?

Outro destaque foi a palestra que falou sobre o uso de trombolíticos na embolia pulmonar. Com a situação atual da pandemia de uma doença que está relacionada a mais eventos tromboembólicos, é necessário uma alta suspeição e avaliação correta. Saiba mais aqui.

5. Sepse em tempos de Covid-19

O painel ABRAMEDE-AMIB-ILAS trouxe uma reflexão importante sobre a sepse durante a pandemia. Para os palestrantes, é necessário sempre lembrar do diagnóstico da sepse e abordar de acordo com o Surviving Sepsis Campaign. Confira os destaques da palestra aqui.

6. Ultrassom na avaliação da volemia e na contratilidade cardíaca

Por fim, um dos temas abordados durante o congresso foi o crescente uso da ultrassonografia à beira-leito, por parte dos emergencistas. O foco principal da aula foi o uso do ultrassom no manejo hemodinâmico de pacientes graves, sobretudo no que concerne à avaliação subjetiva de contratilidade cardíaca e de fluidoresponsividade. Saiba mais.

Ouça também!

Além dos textos, você pode ouvir nosso podcast semanal, onde o editor-chefe médico do Portal PEBMED, Ronaldo Gismondi, comentou cada um dos temas citados. Acesse aqui!

Compartilhar
Publicado por
Clara Barreto

Posts recentes

ACC 2021: oclusão do apêndice atrial em cirurgia cardíaca + anticoagulação pode reduzir risco de AVE?

O estudo LAAOS 3 avaliou se a oclusão do apêndice atrial esquerdo, adicionada à posterior…

8 horas atrás

ACC 2021: sacubitril + valsartana ou ramipril para pacientes com IAM e IC?

O trial PARADISE-MI, apresentado no congresso do ACC 2021, testou a eficácia e segurança do…

9 horas atrás

ACC 2021: aspirina na prevenção secundária – qual a melhor dose?

O estudo ADAPTABLE, apresentado no congresso do ACC 2021, buscou entender se doses maiores de…

13 horas atrás

Whitebook: murcormicose

Em nossa publicação semanal de conteúdos do  Whitebook Clinical Decision vamos falar sobre a apresentação…

14 horas atrás

Ceratite infecciosa e lentes de contato: O que precisamos saber?

A ceratite infecciosa é a complicação mais séria que pode decorrer do uso de lentes…

1 dia atrás

Hemorragia intracraniana em pacientes que tomam anticoagulantes orais

A hemorragia intracraniana é potencialmente devastadora associada à terapia anticoagulante. Sua reversão é uma emergência. Saiba…

1 dia atrás