Anestesiologia

Ácido tranexâmico: Seu uso nas fraturas proximais do úmero reduz a perda sanguínea?

Tempo de leitura: 2 min.

O ácido tranexâmico (AT) é um agente antifibrinolítico que tem sido usado como estratégia para limitar a perda de sangue em cirurgias ortopédicas. Seu uso diminui a perda de sanguínea na artroplastia dos membros superiores e inferiores, bem como na cirurgia de fratura dos membros inferiores. 

Um recente estudo foi desenhado para avaliação do uso do ácido tranexâmico nas cirurgias realizadas para o tratamento de fraturas proximais do úmero. Trata-se de um ensaio clínico randomizado publicado em 2020 em uma revista ortopédica relacionada a cirurgias do ombro e cotovelo. O objetivo deste estudo foi examinar os efeitos do AT na perda de sangue em pacientes submetidos a osteossíntese ou artroplastia do úmero proximal.

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas
Cadastrar Login

O estudo sobre ácido tranexâmico

Um total de 101 pacientes foram randomizados para receber uma única dose pré-operatória de AT intravenoso (53 pacientes) ou uma dose controle de solução salina (48 pacientes) no momento da cirurgia de. Com base na idade do paciente e padrão de fratura, a osteossíntese foi realizada em 57 pacientes (30 grupo AT e 27 pacientes controle) e artroplastia reversa do ombro foi realizada nos outros 44 pacientes (23 AT e 21 pacientes controle). 

Leia também: Uso do ácido tranexâmico pode ser eficaz na hemorragia aguda por trauma?

A perda de sanguínea intraoperatória foi avaliada contabilizando o volume de sangue aspirado descontando o volume de soro utilizado para irrigação durante a cirurgia. No pós operatório todos os pacientes utilizaram dreno Hemovac por 24h tendo sido também registrado seu débito. A mudança pré-operatória no nível de hemoglobina também foi avaliada para cada paciente. Uma estratificação adicional da perda de sangue e mudança no nível de hemoglobina com base no procedimento (osteossíntese ou artroplastia) também foi realizada.

Resultados

Em comparação com o grupo de controle, o grupo AT teve menor perda média de sangue no intra-operatório (178 mL vs. 129 mL, P <0,0001), menor débito de drenagem pós-operatória (103 mL x 62 mL, P <0,0001) e menos perda total de sangue (280 mL x 188 mL, P <0,0001). Comparado com o grupo controle, o grupo que utilizou AT teve uma alteração média pré-operatória menor no nível de hemoglobina (-2,6 g / dL vs. -1,5 g / dL, P <0,0001).

Não ocorreram complicações intra-operatórias ou pós-operatórias identificáveis ​​associadas ao uso de ácido tranexâmico em nenhum dos pacientes avaliados.

Considerações

Neste estudo, o uso do ácido tranexâmico foi eficaz na redução da perda total de sangue e levou a uma menor redução pós-operatória na hemoglobina comparado com o controle. Este efeito foi consistente em pacientes tratados com osteossíntese ou artroplastia> o estudo sugere que o AT pode ser usado com segurança para diminuir a perda sanguínea no tratamento cirúrgico das fraturas proximais do úmero.

Autor: 

Referência bibliográfica:

  • Cuff DJ, et al. Randomized prospective evaluation of the use of tranexamic acid and effects on blood loss for proximal humeral fracture surgery. J Shoulder Elbow Surg. 2020 Aug;29(8):1627-1632. doi: 10.1016/j.jse.2020.04.016

 

Compartilhar
Publicado por
Rafael Erthal

Posts recentes

Intubação na escassez de sedativo: quais as alternativas medicamentosas? [podcast]

Neste episódio, o Dr. Filipe Amado falará sobre como realizar intubação no cenário de escassez…

3 horas atrás

Diagnóstico de mieloma múltiplo: o papel dos exames de imagem

O mieloma múltiplo (MM) é uma neoplasia hematológica que resulta da proliferação clonal de plasmócitos…

4 horas atrás

5 mnemônicos para salvar o plantão

Os mnemônicos, que já são consagrados como estratégia de estudo, também podem nos ajudar na…

5 horas atrás

Tapentadol x Oxicodona para controle da dor pós-operatória

A busca por um opioide com maior perfil de segurança para dor pós-operatória é altamente…

6 horas atrás

Dor no ombro após cirurgia de vesícula: foi a posição?

A dor no ombro é uma queixa bastante frequente após a cirurgia laparoscópica. Foi estudada…

7 horas atrás

Micofenolato de mofetila no manejo inicial da púrpura trombocitopênica imune

Púrpura trombocitopênica imune é uma condição autoimune que autoanticorpos antiplaquetários promovem a destruição das plaquetas…

8 horas atrás