Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Colunistas / O lactato subiu, e agora?
Acidose láctica

O lactato subiu, e agora?

Acesse para ver o conteúdo
Esse conteúdo é exclusivo para usuários do Portal PEBMED.

Para continuar lendo, faça seu login ou inscreva-se gratuitamente.

Preencha os dados abaixo para completar seu cadastro.

Ao clicar em inscreva-se, você concorda em receber notícias e novidades da medicina por e-mail. Pensando no seu bem estar, a PEBMED se compromete a não usar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Inscreva-se ou

Seja bem vindo

Voltar para o portal

O ácido láctico, ou vulgarmente lactato (que é o sal, na verdade), é produzido naturalmente em nosso organismo a partir do piruvato (cerca de 20 mmol/kg/dia). O problema clínico ocorre quando a produção é excessiva e/ou a depuração é reduzida. Isso é particularmente comum em estados de anaerobiose. O que fazer então quando encontramos um paciente com acidose e lactato alto?

Hiperlactatemia

A causa mais comum de acidose lática é má perfusão, sendo sepse, choque cardiogênico e hipovolemia as etiologias mais comuns na prática clínica. Hoje, o lactato alto a despeito de volume não só é o principal parâmetro prognóstico na sepse, como também é um dos definidores de choque séptico, mesmo com PA normal.

Todavia, duas outras situações não são infrequentes como causa de lactato aumentado: falência hepática e hipoxemia. Clinicamente costuma ser tranquila a distinção entre má perfusão vs hepatopatia. Se houver dúvida, sempre trate otimizando a DO2.

Causas de hiperlactatemia:

  • Má perfusão / choque
  • Hipoxemia
  • Insuficiência hepática
  • Intoxicação CO
  • Câncer
  • Status epilepticus
  • Metformina
  • Deficiência tiamina
  • Intoxicação exógena

O que fazer então?

O tratamento é o suporte hemodinâmico. A correção da acidose com bicarbonato ou diálise é tema controverso e não há suporte robusto na literatura. Muitos autores recomendam repor bicarbonato se pH < 7,15-7,20.

Autor:

Referência:

Um comentário

  1. Avatar
    Jazmina Duarte

    Dr. Soy seguidora de sus videos, me encanta como enseña y explica. Gracias por compartir sus conocimientos, saludos desde Chile…espero que siga haciendo videos y publicaciones en español!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.