Geriatria

Análise da saturação de oxigênio em idosos utilizando máscaras faciais

Tempo de leitura: 2 min.

Devido a pandemia instalada no mundo atual, muitas autoridades da área de saúde estão, há tempo, exigindo o uso de máscaras faciais, não profissionais, para toda a população a fim de evitar a disseminação e contaminação da população pelo vírus SARS-CoV-2. Com o avanço das notícias em redes sociais onde rotineiramente espalham-se informações falsas, foi observado uma grande corrente de internautas que afirmavam que o uso dessas máscaras por determinadas pessoas, como idosos, poderia causar mais danos de que benefícios, como por exemplo hipóxia. Devido a isso foi realizado um estudo a fim de avaliar quão perigoso pode ser o uso das máscaras não profissionais na população mais idosa.

Leia também: Ranking de eficácia das máscaras protetoras de SARS CoV-2

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas
Cadastrar Login

Estudo sobre máscaras em idosos

O estudo o qual foi aprovado pelo Hamilton Integrated Research Ethics Board, abrangeu 25 pacientes de um retiro de idosos da cidade de Ontario com idade superior a 65 anos (média de 76,5 anos), homens e mulheres em proporções iguais sendo a análise do grau de hipoxemia realizada pela medição de saturação de oxigênio pelos próprios pacientes antes, durante e depois o uso da máscara e durante a realização de afazeres normais cotidianos. Pacientes cardiopatas ou pneumopatas não foram incluídos na amostra.

Para que não houvesse muitas variáveis, todos os participantes utilizaram a mesma máscara facial (máscara facial descartável com 3 camadas de proteção) e receberam um oxímetro portátil. Instruções de como vestir adequadamente a máscara e como utilizar o oxímetro foram fornecidas. Eles foram orientados a medir e anotar o valor da saturação em três momentos distintos: uma hora antes de utilizar a máscara, uma hora utilizando a máscara e uma hora após a retirada da máscara durante os afazeres domésticos de rotina e também no período de descanso.

Saiba mais: Máscaras faciais e crianças: quais são as evidências científicas sobre uso?

Baixa de saturação com possibilidade de danos foi considerada quando havia uma diminuição de 2% no valor basal uma vez que idosos não reagem tão bem a situações de hipóxia em comparação com a população mais jovem.

Resultados

A média dos resultados das medições de SPO2 durante o estudo foram: 96,1% antes de usar a máscara, 96,5% durante o seu uso e 96,3% após o uso, sendo que nenhum dos participantes obteve saturação abaixo de 92%.

Conclusão

O pequeno estudo em questão, com o uso de máscara descartável não profissional com três camadas de proteção, não demonstrou nenhuma associação com o uso da máscara e queda da saturação de oxigênio em pacientes idosos. Algumas limitações encontradas: amostragem pequena de pacientes, exclusão de pacientes com comorbidades pulmonares e uso de apenas um tipo de máscara.

Autor(a):

Referências bibliográficas:

  • Chan NC, et al. Peripheral Oxygen Saturation in Older Persons Wearing Nonmedical Face Masks in Community Settings. JAMA. 2020;324(22):2323-2324. doi:10.1001/jama.2020.21905
Compartilhar
Publicado por
Gabriela Queiroz

Posts recentes

Diagnóstico e manejo da miocardite em pediatria: novo posicionamento da AHA

Um recente posicionamento com relação ao diagnóstico e manejo da miocardite em pediatria foi divulgado…

6 horas atrás

Existe relação entre os parâmetros do plaquetograma e a mortalidade por Covid-19?

Estudo foi realizado para avaliar uma possível relação entre mortalidade intra-hospitalar por Covid-19 e valores…

1 dia atrás

Whitebook: MCCP – Método clínico centrado na pessoa

Em nossa publicação semanal de conteúdos compartilhados do  Whitebook Clinical Decision vamos falar um pouco…

1 dia atrás

Proposta de nomenclatura universal para insuficiência cardíaca (IC)

As definições da insuficiência cardíaca (IC) são extremamente heterogêneas, isso dificulta definir a doença para…

2 dias atrás

Miopatias em pacientes adultos com hipotireoidismo

Pacientes com hipotireoidismo mais grave ou não tratados têm maior probabilidade de desenvolver doença muscular…

2 dias atrás

Você ainda se lembra das manifestações oftalmológicas da Zika congênita? 

Em artigo publicado em maio de 2021, Ventura at al. relataram as manifestações oftalmológicas da…

2 dias atrás