Psiquiatria

Antidepressivo aumenta risco de obesidade?

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

A obesidade está associada à depressão e o tratamento com antidepressivo também pode estar associado ao ganho de peso, por meio de mecanismos ainda não totalmente compreendidos. Em artigo do British Medical Journal, publicado em maio, pesquisadores analisaram a associação entre o uso de antidepressivos e o peso corporal.

Para esse estudo populacional de coorte, com dados nacionais do Reino Unidos, foram incluídos 136.762 homens e 157.957 mulheres (idade média de 51,5 anos) com três ou mais registros do índice de massa corporal (IMC). Entre os participantes, 17.803 (13,0%) homens e 35.307 (22,4%) mulheres receberam antidepressivos. Os desfechos primários incluíram aumento de ≥ 5% no peso corporal e transição para sobrepeso ou obesidade.

LEIA MAIS: Qual é o melhor antidepressivo para adultos? Estudo compara 21 fármacos

Antidepressivos e o ganho de peso

A incidência de novos episódios de ganho de peso de ≥ 5% em participantes que não tomaram antidepressivos foi de 8,1 por 100 pessoas / ano vs. 11,2 por 100 pessoas / ano nos indivíduos que receberam antidepressivos (P <0,001).

O risco de ganho de peso permaneceu maior durante, pelo menos, seis anos do follow-up. No segundo ano de tratamento, o número de participantes tratados com antidepressivos por um ano para um episódio adicional de ≥ 5% de ganho de peso foi 27.

Em pessoas que estavam inicialmente com peso normal, a razão ajustada para transição para sobrepeso ou obesidade foi de 1,29 (1,25 a 1,34); em indivíduos que estavam inicialmente com sobrepeso, a razão ajustada para transição para a obesidade foi de 1,29 (1,25 a 1,33).

Pelos achados, os pesquisadores concluíram que os antidepressivos podem contribuir para o aumento do risco a longo prazo de ganho de peso, e esse fator deve ser considerado no momento da prescrição.

Acesse mais de 900 modelos de prescrição para uma rotina médica mais prática. Baixe aqui o Whitebook.

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

  • Gafoor R et al. Antidepressant utilisation and incidence of weight gain during 10 years’ follow-up: Population based cohort study. BMJ 2018 May 23; 361:k1951 || https://doi.org/10.1136/bmj.k1951
Compartilhar
Publicado por
Vanessa Thees

Posts recentes

Modelo de reconhecimento de caligrafia para detectar doença de Parkinson é desenvolvido por adolescentes americanos

Foi publicado um estudo sobre o aprendizado de máquina baseado em um conjunto de algoritmos…

11 horas atrás

Highlights do ATS 2022 [podcast]

Confira os destaques do ATS 2022, um dos maiores encontros em pneumologia, cirurgia torácica e…

12 horas atrás

PEBMED e ILAS: terapia antimicrobiana na sepse [podcast]

Neste episódio, saiba mais sobre a terapia antimicrobiana na sepse. Confira!

12 horas atrás

Fernanda Pautasso esclarece os principais aspectos sobre enfermeiro navegador

Convidamos a Enfermeira Mestre Fernanda Pautasso para bater um papo super interessante sobre enfermeiro navegador.

13 horas atrás

Resultados da denervação seletiva para rizartrose

A rizartrose é extremamente comum, com prevalência estimada em 15% dos pacientes acima de 30…

15 horas atrás

Há como predizer quem vai ter uma parada cardiorrespiratória (PCR) em FV ou TV?

Estudo buscou desenvolver um algoritmo para identificar quem teria maior risco de parada cardiorrespiratória (PCR)…

16 horas atrás