Leia mais:
Leia mais:
Enxaqueca: Diagnóstico e tratamento em 10 etapas
Migrânea: como identificar e tratar?
Mês do combate à enxaqueca: toda aura visual é igual? 
Você sabe identificar o que é uma enxaqueca vestibular?
Migrânea com aura: lamotrigina pode ser uma alternativa eficaz na profilaxia?

Anvisa aprova primeiro medicamento específico contra a enxaqueca

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

O primeiro tratamento específico contra a enxaqueca chega ao Brasil ainda este ano. A droga foi aprovada no último dia 25 de março pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e agora espera uma definição de limite de preço por parte da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED). Mas o valor deve ser alto. Nos Estados Unidos, ele tem um custo anual de US$ 6.900 por ano.

Trata-se do medicamento biológico erenumab, comercialmente registrado como Pasurta. Ele será comercializado no país pela Novartis com previsão de chegar ao mercado consumidor entre o primeiro ou segundo semestre de 2019.

erenumab enxaqueca

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Como é realizado o novo tratamento

O tratamento consiste em uma injeção mensal do medicamento erenumab, que bloqueia uma proteína, a CGRP, que é relacionada às crises de enxaqueca. A Novartis explica que a droga pode ser utilizada por pessoas que apresentem quatro ou mais dias de cefaleia por mês.

Erenumab é o primeiro anticorpo monoclonal totalmente humano desenvolvido especificamente para bloquear os receptores do peptídeo relacionado com os genes de calcitonina (CGRP), responsável por desencadear crises de enxaqueca. Os níveis de CGRP sobem durante as crises e se normalizam quando elas acabam.

Em estudo internacional, a eficácia do erenumab na prevenção da doença foi demonstrada e a segurança é comparável ao uso de placebo. O medicamento já conta com aprovação nos Estados Unidos e na Europa.

Não se trata de uma cura para o problema, mas estudos mostram que em metade dos pacientes houve uma redução de 50% nos dias com dores de cefaleia. Em uma pesquisa internacional, que envolveu 11 mil pessoas no mundo, de 31 países diferentes, incluindo o Brasil, os pacientes relataram que a enxaqueca diminuiu pela metade a produtividade no trabalho (53% de redução).

O estudo também mostrou que 60% dos trabalhadores que têm enxaqueca grave perdem, em média, uma semana de trabalho por mês. E, apesar da maioria dos empregadores ter conhecimento sobre a enfermidade do colaborador (63%), apenas 18% tinha apoio no trabalho.

De acordo com a Novartis Brasil, 175 mil pacientes já fazem uso da droga. “As pessoas com enxaqueca passarão a contar com uma opção de tratamento preventivo com efeitos colaterais quase nulos”, destaca Luis Boechat, diretor médico da Novartis Brasil.

A enfermidade atinge uma a cada sete pessoas, o que representa no país cerca 30 milhões de pessoas. E as mulheres apresentam três vezes mais incidência do que nos homens.

Sobre a enxaqueca

A enxaqueca é uma doença neurológica e a terceira enfermidade mais prevalente no mundo. Muito mais que uma dor de cabeça, ela incapacita a pessoa com náuseas, vômitos, sensibilidade à luz, som e odores, além das cefaleias recorrentes e pulsantes, típicas da enfermidade.

A causa e os gatilhos da doença neurológica não são totalmente compreendidos ainda pela ciência e podem variar de pessoa para pessoa. No entanto, o peptídeo relacionado com os genes de calcitonina (CGRP) tem sido colocado em um papel importante no ciclo da enxaqueca.

Enxaqueca: veja atualização das diretrizes para tratamento

Autora:

Referências:

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar