Página Principal > Saúde & Tecnologia > Anvisa proíbe termômetros e medidores de pressão com mercúrio
termometro

Anvisa proíbe termômetros e medidores de pressão com mercúrio

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou esta semana a resolução que proíbe a fabricação, importação, comercialização e o uso em serviços de saúde de termômetros e aparelhos de pressão que utilizam coluna de mercúrio. A medida começará a valer a partir de 1º de janeiro de 2019.

Hospitais, clínicas e postos de saúde deverão realizar o descarte de material com mercúrio, conforme as normas da Anvisa (RDC 306/2004) e pelos Órgãos Ambientais (Federal e Estadual) até a data estipulada. A resolução faz parte dos pontos acordados na Convenção de Minamata, que debateu o impacto da contaminação do meio ambiente por mercúrio e os riscos para a saúde humana.

O “Diagnóstico Preliminar sobre o Mercúrio no Brasil”, documento oficial do Ministério do Meio Ambiente, informa que a exposição a 1,2 mg de mercúrio por algumas horas pode causar bronquite química e fibrose pulmonar.

Veja também: ‘Anvisa suspende a venda do contraceptivo Essure’

Nos casos de exposição por períodos longos, o elemento também pode causar problemas ao sistema nervoso central e à tireoide. O metil-Hg, uma das formas do mercúrio, é a mais tóxica aos organismos superiores, se acumulando no sistema nervoso central, causando disfunção neural e paralisia.

Veja aqui a nota oficial da Anvisa.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.