Apendicite aguda: cirurgia é melhor do que tratamento com antibióticos?

A apendicite aguda acomete um em cada 10 indivíduos ao longo da vida e representa a emergência abdominal cirúrgica mais comum.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

A apendicite aguda acomete um em cada 10 indivíduos ao longo da vida e representa a emergência abdominal cirúrgica mais comum. A maior parte dos casos ocorre na segunda e terceira década de vida. O Colégio Americano de Cirurgiões, bem como outras sociedades médicas afins, recomenda a apendicectomia como tratamento de escolha. Por outro lado, alguns estudos científicos têm demonstrado segurança para tratamento inicial com antibióticos na apendicite não complicada, que corresponde a aproximadamente 90% do total.

Em setembro de 2018 foi publicado no JAMA o seguimento de longo do prazo do “APPAC trial”, um dos melhores estudos sobre o tópico. Trata-se de um ensaio clínico randomizado, multicêntrico realizado na Finlândia, com 530 pacientes entre 18 e 60 anos, que avaliou a recorrência no grupo com estratégia não cirúrgica e outras complicações.

Leia mais: Apendicite Aguda: como diagnosticar com poucos recursos?

Os principais critérios de exclusão foram a presença de infecção sistêmica grave e tomografia computadorizada demonstrando apendicolito, perfuração, abscesso ou suspeita de tumor. O grupo randomizado para tratamento conservador recebeu ertapenem por três dias e complemento com levofloxacino associado a metronidazol por mais sete dias, porém é importante destacar que outros esquemas contemplando bastonetes gram negativos e bactérias anaeróbias também têm demonstrado eficácia na prática clínica.

Os resultados mostraram que entre pacientes com apendicite não complicada tratados inicialmente com antibióticos, a probabilidade de recorrência em cinco anos foi de 39%, sendo 70% desses nos primeiros 12 meses. A alta taxa de recorrência e a mortalidade muito baixa com a apendicectomia, da ordem de 0,3% em registro internacional, fazem da opção cirúrgica o tratamento de primeira linha na apendicite aguda, porém em casos selecionados, a estratégia conservadora deve ser considerada.

É médico e também quer ser colunista do Portal da PEBMED? Inscreva-se aqui!

Referências:

  • Thompson A. Antibiotic Therapy for Uncomplicated Appendicitis. JAMA. 2015;314(4):331. doi:10.1001/jama.2015.8471
  • Salminen P, Tuominen R, Paajanen H, et al. Five-Year Follow-up of Antibiotic Therapy for Uncomplicated Acute Appendicitis in the APPAC Randomized Clinical Trial. JAMA. 2018;320(12):1259–1265. doi:10.1001/jama.2018.13201
  • Sartelli, M., Baiocchi, G. L., Di Saverio, S., Ferrara, F., Labricciosa, F. M., Ansaloni, L., … Catena, F. (2018). Prospective Observational Study on acute Appendicitis Worldwide (POSAW). World Journal of Emergency Surgery : WJES13, 19. http://doi.org/10.1186/s13017-018-0179-0
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão

Especialidades