Leia mais:
Leia mais:
PEBMED e HA: O uso da inteligência artificial no diagnóstico de Alzheimer [podcast]
FDA altera indicação de tratamento para Alzheimer nos Estados Unidos
Pesquisas sobre demência conseguiram avançar em 2020?
Combinação de atividades saudáveis reduz risco de demência de Alzheimer; veja quais
Período pós-menopausa pode estar relacionado a maior risco de Alzheimer?

As doenças mais debilitantes (parte 2)

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

250-BANNER6Continuando nosso especial sobre doenças debilitantes, a parte dois traz outras condições que afetam milhões de pessoas em todo mundo. O tratamento delas continua sendo um desafio para os médicos e cientistas.

7. Fibrose cística: se detectada precocemente, é possível formular um plano de tratamento para diminuir os sintomas e melhorar as chances de sobrevivência do paciente. Os tratamentos geralmente incluem antibióticos, terapia com oxigênio e, em casos mais graves, transplante de pulmão. A maioria das crianças diagnosticadas leva uma vida relativamente normal, com pouca ou nenhuma interrupção das suas rotinas diárias. Mais tarde, no entanto, a doença pulmonar eventualmente piora. A maioria vive em uma idade média 37 anos.

8. Esclerodermia: uma vez diagnosticada, os sintomas geralmente progridem lentamente ao longo do tempo. Quando a doença se espalha para os órgãos internos como o coração, rins e pulmões, os órgãos começam a falhar, levando a complicações, como problemas pulmonares, câncer e insuficiência cardíaca. A causa desta doença é desconhecida e também não existem métodos de prevenção, de modo que a taxa de mortalidade para aqueles com estágios avançados da doença é alta.

9. Esclerose Múltipla: a esclerose múltipla é mais comum em mulheres do que em homens. Dependendo da gravidade dos sintomas, algumas pessoas podem viver uma vida “normal” com a doença. Também não há cura para a EM, embora existam medicamentos e diferentes formas de terapias que podem retardar o progresso da doença.

Uso medicinal de derivados de maconha liberado: o que o médico precisa saber

ban

10. Mal de Parkinson: é o distúrbio mais comum entre os idosos, uma vez que geralmente afeta pessoas depois dos 50 anos. Não há cura para esta doença debilitante, apesar de existirem medicamentos e mudanças de estilo de vida que podem ajudar a reduzir os sintomas. Se não tratada, a doença leva à incapacidade total e, finalmente, a morte.

11. Doença de Lou Gehrig (Esclerose Lateral Amiotrófica): a causa principal da doença é desconhecida e não existe cura. Os sintomas não costumam se manifestar até depois dos 50 anos, embora alguns casos foram identificados em pessoas mais jovens. Pacientes com a doença sofrem de enfraquecimento muscular, espasmos e incapacidade de mover braços, pernas e corpo. Ao longo do tempo, a condição piora. Quando os músculos do peito e área respiratória são afetados, a doença se torna fatal.

12. Alzheimer: os sintomas começam com esquecimento e dificuldade em fazer mais de uma coisa de cada vez. À medida que a doença progride, os pacientes tem mais dificuldade em de pessoas, lugares e eventos. Em fases posteriores, aqueles com Alzheimer não conseguem mais compreender a linguagem e desempenhar funções diárias como comer ou tomar banho. Não há cura para esta doença, e após o diagnóstico, os pacientes geralmente vivem de 3 a 20 anos com a doença.

Para ver a parte 1 do nosso especial, clique aqui.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique Aqui!

Referências: https://www.healthcarebusinesstech.com/the-12-most-debilitating-diseases/3/

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.