Avaliação de TCE em pediatria [podcast]

Neste episódio, Roberta Esteves fala sobre os principais pontos da avaliação de traumatismo cranioencefálico, o TCE, em crianças.

O traumatismo cranioencefálico (TCE) representa uma das principais causas de incapacidade e óbito em crianças e adolescentes entre 1 e 18 anos de idade, uma vez que associado a um alto risco de morbidade neurológica e mortalidade em crianças.

Esforços de prevenção primária, evitamento de lesões neurológicas secundárias, sistemas de trauma organizados e diagnóstico e tratamento da pressão intracraniana (PIC) elevada podem melhorar os desfechos negativos do
TCE grave.

Do ponto de vista epidemiológico, nos Estados Unidos, a cada ano, o TCE pediátrico resulta em mais de 500.000 visitas ao pronto-socorro e cerca de 60.000 hospitalizações. Já no Brasil, de acordo com DATASUS, é possível identificar no período de 2008 a 2012, aproximadamente 20.000 hospitalizações por TCE, na faixa etária de zero a 14 anos, com cerca de 400 óbitos.

Neste episódio, Roberta Esteves, pediatra intensivista e conteudista do Portal, fala sobre a avaliação do traumatismo cranioencefálico em pediatria. Os principais pontos abordados pela especialista são a etiologia, epidemiologia, anamnese, o exame físico e as indicações de Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica.

Ouça agora!

Para mais conteúdos como esse, acompanhe nosso canal no Spotify!

Tópicos abordados no episódio:

  • Etiologia
  • Epidemiologia
  • Anamnese e exame físico
  • Exames neurológicos
  • Indicações de Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica

Veja também: Anestesia local – Dicas de Ouro 

Siga também a PEBMED no Instagram, Facebook, Twitter e no YouTube

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe o Whitebook Tenha o melhor suporte
na sua tomada de decisão.
Referências bibliográficas: Ícone de seta para baixo
  • HAYDEL, Micelle; WEISBROD, Luke; SAEED, Wajeeha. “Pediatric Head Trauma”. 2023. Disponível em:
    https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK537029/ Acesso em: 12/12/2023.
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA. “Trauma Cranioencefálico Grave:Guia 2019 para o tratamento de crianças e adolescentes em Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica”. 2021. Disponível em: https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/23067d-DC- Trauma_CranioEncef_Grave.pdf Acesso em: 12/12/2023.
  • UBEDA TIKKANEN, Ana et al. Acquired Brain Injury in the Pediatric Intensive Care Unit: Special Considerations for Delirium Protocols. Journal of pediatric intensive care, v.10, n.4, p.243–247, 2021.

Especialidades