Leia mais:
Leia mais:
Semana de Combate ao Alcoolismo e Álcool: Cocaína e coração
Metade das brasileiras reclama do descaso dos médicos em relação à dor
Quiz: paciente 15 anos, sexo masculino, pé cavo com dor. O que será?
Uso de cetamina intranasal na dor aguda em setor de emergência pediátrica
O uso de betabloqueadores em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica

Betabloqueadores são seguros na intoxicação por cocaína?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

O uso de betabloqueadores como tratamento para dor torácica relacionada à cocaína permanece um tema controverso. No entanto, um novo artigo publicado em junho no British Medical Journal (BMJ) indica que os betabloqueadores podem ser seguros para o paciente nesse cenário.

Os betabloqueadores são a terapia padrão no tratamento precoce da síndrome coronariana aguda. Para analisar a eficácia desses fármacos no tratamento da dor torácica associada ao uso de cocaína, pesquisadores realizaram uma revisão sistemática e meta-análise de estudos nas bases do MEDLINE e EMBASE.

Os desfechos de interesse incluíram infarto agudo do miocárdio (IAM) não fatal e mortalidade por todas as causas. No total, cinco estudos com 1.794 indivíduos foram incluídos.

LEIA MAIS: Você conhece os efeitos do uso da cocaína no coração?

estatinas betabloqueadores

RESULTADOS

Os pesquisadores não encontraram diferenças significativas no desfecho de IAM em pacientes com dor torácica induzida por cocaína com ou sem o uso de betabloqueadores (OR 1,36, IC 95%: 0,68 a 2,75; p = 0,39). A mortalidade por todas as causas também não diferiu entre os grupos (OR 0,68, IC 95%: 0,26 a 1,79; p = 0,43).

Em pacientes que apresentam dor torácica associada ao uso de cocaína, o uso de betabloqueador não foi associado a um risco aumentado de IAM ou mortalidade por todas as causas. Os pesquisadores concluíram que os betabloqueadores são seguros nessa população.

LEIA MAIS: Dor precordial na sala de emergência – conceitos avançados

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

  • Pham D, Addison D, Kayani W, et al Outcomes of beta blocker use in cocaine-associated chest pain: a meta-analysis Emerg Med J Published Online First: 19 June 2018. doi: 10.1136/emermed-2017-207065
Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.