Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Colunistas / Cãibras associadas ao exercício: frequentes e imprevisíveis
pés de homem corredor, preparado para dar a largada, com possibilidade de sentir cãibras

Cãibras associadas ao exercício: frequentes e imprevisíveis

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

As cãibras musculares associadas ao exercício são definidas como contrações musculares involuntárias dolorosas temporárias, porém intensas, que ocorrem durante ou logo após um período de atividade física. São muito comuns no meio esportivo, sendo panturrilhas, isquiotibiais e quadríceps os músculos mais comumente acometidos. Parecem estar mais associadas aos esportes de endurance.

Como fatores de risco, podemos citar atividades físicas de alta intensidade ou longa duração, ambientes quentes e úmidos, fadiga e desidratação. A falta de condicionamento físico também parece estar nessa lista, assim como o IMC elevado.

As cãibras são imprevisíveis e diferentes mecanismos podem operar em diferentes cenários. Sua etiologia ainda não é bem definida e a maior parte dos estudos propõe duas causas básicas e que norteiam as estratégias de tratamento e prevenção.

Uma das hipóteses sugere que as cãibras ocorrem na presença de desidratação e distúrbios de eletrólitos como sódio e cloro, principalmente em ambientes quentes, o que levaria a mudanças na excitabilidade neuromuscular. A outra hipótese baseia-se na alteração do controle neuromuscular – a cãibra seria causada por uma sustentação anormal da atividade reflexa espinhal secundária a fadiga.

Mais da autora: Já ouviu falar da síndrome de overtraining?

Quanto ao tratamento e prevenção, nenhuma estratégia é consistentemente efetiva. Alongar o grupo muscular afetado continua sendo o tratamento imediato mais confiável. A hidratação adequada não só com água mas eletrólitos, principalmente sódio, é uma medida importante, assim como a ingesta de alimentos.

Como prevenção podemos citar uma hidratação e nutrição adequadas a prática de treinamento, reduzir a duração e a intensidade do exercício quando necessário, estar bem condicionado para a atividade proposta e inserir a prática de alongamento muscular na rotina.

Autor:

Referências bibliográficas:

  • Muscle Cramping During Exercise: Causes, Solutions, and Questions Remaining. Sports Med. 2019 Dec;49(Suppl 2):115-124.
  • American College of Sports Medicine position stand. Exertional heat illness during training and competition. Med Sci Sports Exerc. 2007 Mar;39(3):556-72.
  • Cause of exercise associated muscle cramps (EAMC)–altered neuromuscular control, dehydration or electrolyte depletion? Br J Sports Med. 2009 Jun;43(6):401-8. doi: 10.1136/bjsm.2008.050401. Epub 2008 Nov 3.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.