Página Principal > Oncologia > Câncer de pulmão: veja como diagnosticar corretamente
pneumonia

Câncer de pulmão: veja como diagnosticar corretamente

Essa semana no Portal da PEBMED falamos sobre orientações sobre o câncer de pulmão e o uso de inibidores da enzima conversora da angiotensina (IECAs). Por isso, em nossa publicação semanal de conteúdos compartilhados do Whitebook Clinical Decision, separamos os critérios sobre apresentação clínica e critério diagnóstico do câncer de pulmão.

Veja as melhores condutas médicas no Whitebook Clinical Decision!

Este conteúdo deve ser utilizado com cautela, e serve como base de consulta. Este conteúdo é destinado a profissionais de saúde. Pessoas que não estejam neste grupo não devem utilizar este conteúdo.

Anamnese

A maioria dos pacientes tem doença disseminada já na apresentação inicial. Os sintomas podem resultar principalmente do efeito local do tumor ou das metástases à distância. Muito raramente podem ser decorrentes de síndromes paraneoplásicas. Achados em exames de imagem em pacientes assintomáticos são menos frequentes. Os adenocarcinomas tendem a ter localização mais periférica nos pulmões e se disseminam com facilidade. Logo, em geral, os sintomas aparecem quando a doença já está mais avançada.

Epidemiologia: O câncer de pulmão é uma das neoplasias mais incidentes em todo mundo e a causa mais comum de morte relacionada ao câncer. No mundo, a incidência estimada em 2012 foi de 1,8 milhões de casos novos com 1,6 milhões de mortes. No Brasil, no ano de 2016 foram 28 mil casos novos com 24 mil mortes. A incidência vêm diminuindo nos últimos anos principalmente em razão da diminuição do tabagismo globalmente. Em torno de 85% das neoplasias de pulmão é do tipo carcinoma de células não pequenas. O principal tipo é o adenocarcinoma. Mais comum a partir da sexta década de vida.

Quadro clínico: Os principais sintomas relatados são tosse, dispneia, dor torácica e perda de peso. Hemoptise pode estar presente em uma minoria dos casos. Sintomas como dores ósseas, desconforto abdominal, confusão mental ou deficit neurológico focal podem representar doença metastática.

Marcadores de gravidade: Urgências ou emergências oncológicas como síndrome de veia cava superior, doença óssea com síndrome de compressão medular, acometimento do SNC por metástases ou carcinomatose meníngea, hipercalcemia devem seguir com internação hospitalar.

Fatores de risco: Principal: Tabagismo (ativo ou passivo). Outros: Poluição, exposição prévia à radiação, contato prévio com toxinas ambientais (asbesto, radônio, arsênio, cromo, níquel, hidrocarbonetos aromáticos policíclicos) e fibrose pulmonar.

Exame Físico

  • Estigmas de síndrome consumptiva são comuns em doença avançada;
  • Sinais de alarme como aumento da frequência respiratória e dessaturação podem estar presentes;
  • Não existem achados patognomônicos e/ou diagnósticos, apenas achados inespecíficos.

Rastreio: Recomendado rastreio para câncer de pulmão em pessoas de 55 a 74 anos com história de tabagismo maior ou igual a 30 maços/ano, incluindo aqueles que pararam de fumar em até 15 anos. É feito com tomografia de tórax anual sem contraste de baixa-dose de irradiação.

Diagnóstico: Geralmente o primeiro exame solicitado é de tomografia de tórax. A biópsia pode ser do sítio primário guiada por tomografia ou por broncoscopia, ou também pode ser de alguma lesão metastática facilmente acessível. Se houver derrame pleural, excluir derrame maligno pois o tratamento é diferente. Adenocarcinoma tipicamente é positivo para TTF1, mucina, napsina A e CK7, mas para CK20 é negativo. É mandatória a pesquisa de mutações ativadoras de EGFR e translocação ALK, em casos de câncer metastático.

Este conteúdo foi desenvolvido por médicos, com objetivo de orientar médicos, estudantes de medicina e profissionais de saúde em seu dia-a-dia profissional. Ele não deve ser utilizado por pessoas que não estejam nestes grupos citados, bem como suas condutas servem como orientações para tomadas de decisão por escolha médica. Para saber mais, recomendamos a leitura dos termos de uso dos nossos produtos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.