Candidíase masculina: principais aspectos clínicos e de tratamento [podcast]

Neste episódio, Isabel Melo fala sobre as diversas etiologias de balanopostite, em especial a cândida, que causa a candidíase masculina.

Cândida é um fungo comensal da microbiota humana que, em algumas situações, pode causar doença sintomática. Entre elas, a candidíase mucocutânea é uma das mais incidentes. Embora seja mais frequente em mulheres, pode também acometer homens, a chamada candidíase masculina, manifestando-se como balanite ou balanopostite.

Define-se como balanite a inflamação da glande do pênis e postite, a do prepúcio. Frequentemente, o acometimento das duas estruturas ocorre simultaneamente, levando ao quadro de balanopostite.

Neste episódio, Isabel Melo, médica infectologista e conteudista do Portal, fala sobre as diversas etiologias de balanopostite, em especial a cândida, a mais frequente entre as causas infecciosas.

Escute agora!

Para mais conteúdos como esse, acompanhe nosso canal no Spotify!

Principais pontos abordados no episódio:

  • Quadros de balanopostite
  • Fatores de risco
  • Apresentação clínica da candidíase masculina
  • Como então fazer o diagnóstico e tratamento dessa condição?
  • Aspectos adicionais no manejo da candidíase masculina 

Veja ainda: Acesso venoso central: veia femoral guiada por US

Siga também a PEBMED no Instagram, Facebook, Twitter e no YouTube

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe o Whitebook Tenha o melhor suporte
na sua tomada de decisão.