Leia mais:
Leia mais:
Transtorno do pânico: qual a diferença do ataque de pânico?
Xantelasma: Diagnóstico e tratamento
Síndrome do piriforme: o que é e qual o seu tratamento?
Urina de 24 horas: como orientar a coleta?
Enfermeiros dos EUA são mais propensos a ter pensamentos suicidas do que outros trabalhadores da área de saúde

Cannabis: heroína ou vilã?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

Os registros do uso da cannabis medicinal são mais antigos do que grandes marcos da história humana. Há manuscritos do milenar imperador chinês Shen Neng (referido também como Shenneng, Shen Nung e Shen Nong) – agricultor e pai da medicina chinesa – cujas origens datam de 2737 A.C. Naquela época, o chá da maconha era prescrito para diversas enfermidades, como gota, artropatias, malária e até mesmo déficit cognitivo leve.

Apesar do estigma ressurgente sobre a substância, as pesquisas acerca do uso tem aumentado, com resultados preliminares animadores. É o que demonstra o estudo do Instituto Neurológico de Dent com dados apresentados no último encontro anual da Academia Americana de Neurologia. Nesse encontro, frisou-se que a boa tolerabilidade da droga em pacientes maiores de 75 anos, esclarecendo-se que a legalização nos estados tem popularizado o uso.

O estudo Safety and Efficacy of Medical Cannabis in Elderly Patients: A Retrospective Review in a Neurological Outpatient Setting foi conduzido utilizando dados de pacientes de programa médico estadual que possibilita o uso de maconha medicinal. Foram incluídos 204 pacientes com idade que variou de 75 a 102 anos (média de 81 anos), cuja exposição ao medicamento foi de 16,8 +- 12,1 semanas.

Leia maisMaconha na adolescência aumenta risco de depressão na vida adulta?

Desses pacientes 34% apresentou efeitos adversos – principalmente sonolência, desequilíbrio e intolerância gástrica – porcentagem essa que foi reduzida após ajuste na dosagem. 69% deles referiram alívio sintomático diante da dor crônica (49%), transtornos do sono (18%), neuropatia 15%) e ansiedade (10%). Além disso, o uso de derivados opioides foi reduzido em 32% dos tratamentos.

A visão polarizada cede lugar à crítica construtiva. Pode-se estar diante de tratamento alternativo promissor para algumas doenças crônicas. No entanto, ainda é cedo para afirmar a extensão do seu uso e os efeitos a longo prazo. Não se deve esquecer de efeitos colaterais reportados previamente, tais como problemas na memória de curto prazo e na coordenação motora, lentificação do raciocínio, concentração prejudicada, nem das questões legais implicadas.

É médico e quer ser colunista do Portal da PEBMED? Inscreva-se aqui!

Autor:

Referências:

  • BARGNES, V.; HART, P.; GUPTA, S. MECHTLER, L. Safety and Efficacy of Medical Cannabis in Elderly Patients: A Retrospective Review in a Neurological Outpatient Setting.
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.