Caso clínico: qual diagnóstico desta doença? [Especial de Carnaval] - PEBMED

Caso clínico: qual diagnóstico desta doença? [Especial de Carnaval]

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minuto.

Neste caso clínico especial de Carnaval, trouxemos o caso da paciente chamada EBS, 29 anos, feminino, diarista, natural e procedente de Belém, casada. Refere febre baixa vespertina há duas semanas, associada à mialgia astenia e sudorese noturna. Procurou o facultativo por duas vezes, sendo medicada com sintomáticos sem melhora. Evoluiu com nodulações eritematosas não pruriginosas por todo o corpo. Ao exame percebe-se: Múltiplos nódulos eritematosos não pruriginosas medindo entre 0,4 e 1 cm em todo o corpo.

Lesão ulcerada em fossa cubital direita medindo 2×3 cm com bordos elevados e fundo limpo granuloso, sem área de infiltração ou inflamação perilesional. Linfonomegalia axilar à direita com 3×4 cm dolorosa à palpação, fibroelástica, não aderida. Realizados exames sorológicos com HIV não reagente, Hepatite C e B não reagente e VDRL 1:256.

Paciente jovem casada procedente do Pará com sintomas B associados à nodulações eritematosas difusas em todo o corpo não poupando plantas dos pés e palmas das mão e lesão ulcerada em fossa cubital com linfonodomegalia racional associado a VDRL com títulos altos e demais sorologias negativas.

caso clínico

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Caso clínico

EBS, 29 anos, feminino, diarista, natural e procedente de Belém, casada, católica. Refere febre baixa vespertina há 2 semanas, associada à mialgia astenia e sudorese noturna.

É médico e também quer ser colunista do Portal da PEBMED? Inscreva-se aqui!

Autor:

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

2 comentários

  1. Muito bom. pela tbc pela história de febre vespertina, mas as lesões nas palmas das mãos são indicativos de lues em muitos casos.

  2. Arinaldo Costa

    Excelente o caso clínico! A capacidade de síntese do autor também merece elogios!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar