Filtrar

Ginecologia e Obstetrícia

Mulheres com distúrbios do sono têm maior risco de hipertensão e diabetes

Os distúrbios do sono, como a Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS), apresentam uma prevalência que varia entre 5% e 30%, dependendo da população.

Indução do trabalho de parto em mulheres com 35 anos ou mais: o risco vale a pena?

A indução do parto em mulheres de 35 anos ou mais pode reduzir o risco de morte fetal. Mas quais são os perigos desse procedimento para a gestante?

Teste de urina para detectar HPV de alto risco?

Especialistas do John Hopkins, centro de pesquisa americano, desenvolveram um novo teste de urina altamente preciso para detectar HPV de alto risco.

Inca lança versão atualizada das diretrizes de rastreio de câncer de colo do útero

As Diretrizes Brasileiras para o Rastreamento do Câncer do Colo do Útero passaram por um amplo processo de revisão e atualização baseado em evidências.

Atenção para miastenia gravis materna pós-parto!

Pacientes diagnosticadas com miastenia gravis na gravidez ou no período pós-parto têm sintomas de 30% a 40% mais graves. No entanto, há dados conflitantes sobre o período quando o risco de piora é maior. Para entender mais sobre o início da miastenia gravis (MG) durante a gravidez e o período pós-parto (definido como até 6 …

Já conhece o novo guideline da síndrome pré-menstrual?

A síndrome pré-menstrual afeta 40% das mulheres, porém frequentemente não é diagnosticada, sendo por vezes tratada de maneira incorreta.

Quais são os antiepilépticos mais indicados durante a gestação?

Na reunião anual de 2016 da AES, pesquisadores apresentaram novos dados de um estudo sobre os antiepilépticos mais comuns na gestação.

Você sabe qual é a relação entre depilação da região pubiana e risco de DST?

Doenças sexualmente transmissíveis (DST) são as infecções mais comuns entre os adultos. Pesquisas pequenas têm demonstrado associação com depilação.

Guideline: avaliação e manejo de massas anexiais

A American College of Obstetricians and Gynecologists publicou diretrizes atualizadas para avaliar e gerenciar as massas anexiais.

Transplante de útero: é possível?

A medicina reprodutiva tem evoluído substancialmente nas últimas décadas, entretanto a maior limitação tem sido a infertilidade devido à fator uterino.