Filtrar

Ginecologia e Obstetrícia

Você sabe qual é a relação entre depilação da região pubiana e risco de DST?

Doenças sexualmente transmissíveis (DST) são as infecções mais comuns entre os adultos. Pesquisas pequenas têm demonstrado associação com depilação.

Guideline: avaliação e manejo de massas anexiais

A American College of Obstetricians and Gynecologists publicou diretrizes atualizadas para avaliar e gerenciar as massas anexiais.

Transplante de útero: é possível?

A medicina reprodutiva tem evoluído substancialmente nas últimas décadas, entretanto a maior limitação tem sido a infertilidade devido à fator uterino.

Mantenha-se atualizado! Veja os principais pontos dos últimos guidelines publicados

Com a velocidade das informações, nem sempre é possível se manter atualizado. Separamos os principais pontos das últimas recomendações publicadas.

Campanha lista procedimentos muito utilizados, mas que não trazem benefícios

Na medicina existe uma crescente cultura do uso excessivo de intervenções médicas e variações no uso de certos tratamentos.

FDA aprova comercialização de novo medicamento que reduz a dispareunia

O FDA aprovou o Intrarosa (prasterona), um análogo do DHEA, para tratar mulheres com dor moderada a grave durante a relação sexual (dispareunia).

Você sabe identificar e tratar a disfunção tireoidiana na gestação?

As alterações fisiológicas da função tireoidiana durante a gestação podem dificultar o diagnóstico tanto do hiper quanto do hipotireoidismo.

Baixos níveis de ferro podem estar por trás de novo tipo de enxaqueca

Um novo tipo de enxaqueca menstrual, que ocorre nos últimos dias de sangramento, pode estar relacionado a baixos níveis de ferro.

Existe uma maneira melhor de diagnosticar a endometriose?

A endometriose consiste na presença de glândulas endometriais e estroma implantado em locais extrauterinos e acomete trompas, ovários e ligamentos da pelve.

5 recomendações para Ginecologia e Obstetrícia

Ação identificou procedimentos que trazem pouco ou nenhum benefício para o paciente. Veja abaixo cinco recomendações para Ginecologia e Obstetrícia: