Filtrar

Neurologia

‘Você sabe tratar…?’ As condutas médicas mais acessadas no portal da PEBMED em 2016

Toda semana, trazemos conteúdos compartilhados do nosso aplicativo, o Whitebook Clinical Decision, sobre condutas médicas importantes para a prática.

Pode ser esclerose múltipla?

O diagnóstico de esclerose múltipla se baseia na avaliação neurológica, interpretação da ressonância magnética e exclusão de outras causas potenciais.

Estudo indica o melhor escore para estimar risco de tromboembolismo em pacientes com FA

A fibrilação atrial é o fator de risco mais forte e comum para a tromboembolia no cérebro, levando ao AVC isquêmico agudo.

AHA lista os melhores estudos sobre doenças cardiovasculares e AVC de 2016

A AHA, uma das principais financiadoras de estudos sobre doenças cardiovasculares e AVC no mundo, escolheu as pesquisas mais inovadoras de 2016.

Hipotensão ortostática e o risco de desenvolvimento de demência

É bem definido que a hipoperfusão cerebral está relacionada ao desenvolvimento de demência. A avaliação do SN autonômico poderia prever o risco de demência?

Efeito das estatinas no risco de Alzheimer varia de acordo com exposição, sexo e etnia

Medicamentos prescritos para outras condições têm sido associados com a redução do risco de Alzheimer, como, por exemplo, as estatinas.

Procedimentos cirúrgicos podem aumentar o risco para a síndrome de Guillain-Barré

A etiologia da Guillain-Barré ainda é desconhecida, mas novas pesquisas sugerem que procedimentos cirúrgicos podem desempenhar papel em sua fisiopatologia.

Descoberta possível região do cérebro relacionada ao coma

Uma nova pesquisa, publicada na revista Neurology, identificou uma pequena região do cérebro que, quando danificada, pode estar associada ao coma.

Jejuar faz bem ao cérebro?

Já pensou em como o jejum afeta nosso cérebro? O professor de neurociência Mark Mattson investigou os benefícios dessa prática à saúde.

Deve-se fazer timectomia na miastenia gravis?

A timectomia, cirurgia de remoção do timo, tem sido um pilar no tratamento da miastenia gravis, mas ainda não há evidências conclusivas de seu benefício.