CFM publica novo Código de Ética Médica; confira novidades - PEBMED

CFM publica novo Código de Ética Médica; confira novidades

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

O Conselho Federal de Medicina publicou em Diário Oficial nesta quinta, 1 de novembro, o novo Código de Ética Médica (CEM) que atualiza algumas práticas relacionadas aos profissionais de saúde no que tange inovações tecnológicas, comunicacionais e sociais. O documento reforça o compromisso dos médicos com o respeito à vida, aos pacientes, assim como o exercício profissional amplo, “sem discriminação de nenhuma natureza”.

saúde

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

O que diz o novo Código de Ética Médica?

O texto levou em consideração “as propostas formuladas ao longo dos anos de 2016 a 2018 e pelos Conselhos Regionais de Medicina, pelas entidades médicas, pelos médicos e por instituições científicas e universitárias.” O novo código de ética determina que o uso de redes sociais, ou ferramentas similares, deve obedecer às normas do CFM. Outra determinação refere-se à reciclagem dos conhecimentos dos profissionais de saúde para manterem-se sempre atualizados com novas práticas, estudos e conhecimentos na área.

Confira o texto completo do novo Código de Ética Médica, clique aqui

O CEM atual manteve os mesmos 14 capítulos do termo anterior (vigente desde 2009) e deve começar a vigorar a partir de 2019. Segundo o CFM, os médicos que cometerem as faltas graves previstas no Código de Ética terão o registro suspenso por meio de processo administrativo determinado pela entidade. O documento é assinado pelo presidente do CFM Carlos Vital Tavares Corrêa Lima e o secretário-geral Henrique Batista e Silva.

O primeiro  Código de Ética Médica foi elaborado em 1867, com base no Código de Ética Médica da Associação Médica Americana.

Tenha em mãos informações objetivas e rápidas sobre práticas médicas. Baixe o Whitebook

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Entrar | Cadastrar