Página Principal > Saúde Pública > Atestado médico para atividade física: passo-a-passo de como fazer

Atestado médico para atividade física: passo-a-passo de como fazer

Grande parte das academias e estabelecimentos esportivos exige uma liberação médica para a prática de exercícios. Por isso, é cada vez mais frequente o médico receber pedidos de atestado médico para atividade física. O que o profissional deve levar em consideração na hora da avaliação?

O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) listou uma série de pontos que todo médico deve saber antes de fazer um atestado médico. Listamos abaixo os principais:

Informações gerais:

  • O fornecimento do atestado para atividades físicas depende de avaliação médica. Somente após exame clínico será possível elaborar o documento.
  • Ao ser procurado para atestar a condição de saúde para uma determinada atividade, o médico deve refletir sobre o seu real conhecimento sobre a mesma e dos eventuais riscos. Na dúvida, a atitude ética é não fornecer o documento e encaminhar o paciente a um colega em condições de fazê-lo.
  • O médico que se propõe a fornecer atestado para atividades e/ou práticas esportivas precisa conhecer o esporte a ser realizado e certificar-se de que a pessoa não é portadora de doenças capazes de inviabilizar eventual esforço extra.

Confecção de atestados médicos: erros, dúvidas e dilemas

Atendimento:

  • No atendimento inicial, o médico deve questionar os objetivos do paciente: praticar atividades físicas leves, moderadas ou intensas? A intenção é lazer? Competições?
  • Ao examiná-lo, recomenda-se que considere a possibilidade de doença capaz de representar riscos.
  • O atestado deve conter as seguintes informações: limitações clínicas identificadas; qual é o tipo de exercício adequado; se a atividade só é permitida sob prescrição ou acompanhamento médico; e se o paciente está proibido de praticar exercícios.
  • a avaliação deve conter anamnese precisa, após exame físico minucioso, com ênfase para o aparelho cardiovascular e, ainda, agregar ao menos o eletrocardiograma. O teste ergométrico também poderá ser solicitado dependendo das atividades, da faixa etária e da constatação de pelo menos dois fatores de risco não controlados para aterosclerose coronariana.

O Cremesp também destaca que, pelo Código de Defesa do Consumidor, parte da responsabilidade por uma morte em academia ou durante exercícios recairá sobre o proprietário da academia, quem orienta os exercícios e/ou o médico que atestou a sanidade.

Como fazer um atestado médico? 5 dicas para ajudar nessa importante tarefa

Veja também nosso vídeo sobre o tema: 

Referências:

Um comentário

  1. Exame para praticas esportivas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.