Como os probióticos tópicos podem auxiliar no tratamento dermatológico?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Estudos têm demonstrado o benefício dos probióticos orais no tratamento de patologias cutâneas, como acne, dermatite atópica e psoríase. Os trabalhos que relatam o seu uso tópico nessas doenças, no entanto, ainda são incipientes.

Estudos têm demonstrado o benefício dos probióticos orais no tratamento de patologias cutâneas, como acne, dermatite atópica e psoríase.

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

O que são probióticos?

Os probióticos são descritos pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação e Organização Mundial da Saúde como “microrganismos que, quando administrados em quantidades adequadas, conferem um benefício à saúde do hospedeiro”. 

Como atuam os probióticos na regulação da inflamação sistêmica e nas doenças de pele?

Dentre os benefícios estudados, pesquisas mostram que o microbioma intestinal apresenta papel importante na regulação da inflamação sistêmica e nas doenças de pele, por meio da imunomodulação. Essa correlação ocorre devido ao eixo intestino-pele, em que alguns tipos de bactérias e metabólitos intestinais alteram o microbioma cutâneo e, consequentemente, a produção de citocinas e a proliferação, migração e adesão de células inflamatórias na pele.  (Figura 1)

Figura 1.  Relação entre microbioma intestinal,  cutâneo e o sistema imunológico.

Investigações adicionais são necessárias para a completa elucidação dessas vias envolvidas na comunicação entre o microbioma intestinal e cutâneo e o sistema imunológico.

Probióticos e acne

A acne é uma doença dermatológica com prevalência de cerca de 85%. Pode ser causada por diversos fatores, como: alteração da queratinização folicular, excesso de produção de sebo, colonização folicular por Propionibacterium acnes e mecanismos inflamatórios. Propionibacterium acnes está presente na microbiota da pele e o aumento de sua proliferação está relacionado ao desenvolvimento da acne. 

Leia também: Como o uso de probióticos pode auxiliar na prevenção de vaginose bacteriana recorrente?

Di Marzio et al. demonstraram que Streptococcus thermophilus, bactérias ácido-láticas, aumentaram a produção de ceramidas (lipídios presentes no estrato córneo) quando aplicadas topicamente por 7 dias. Posteriormente, Bowe et al. Destacaram que um tipo específico de ceramida — fitoesfingosina — promovia atividade anti-inflamatória e antimicrobiana contra Propionibacterium acnes, sendo então um tratamento promissor para a acne. Outros estudos reportaram que os probióticos tópicos podem atuar como inibidor competitivo pelos sítios de ligação na pele, prevenindo a colonização por outros micro-organismos e funcionando como barreira de proteção. 

Probióticos e dermatite atópica

Dermatite atópica (DA) é uma condição crônica inflamatória da pele prevalente na faixa etária pediátrica. A DA apresenta causas multifatoriais e seus mecanismos ainda não estão completamente elucidados, sendo o Staphylococcus aureus o principal agente etiológico implicado. Entretanto, sabe-se que um dos contribuintes para o desenvolvimento e o curso natural desse quadro é o microbioma intestinal, que, por meio da regulação do sistema imunológico, altera a homeostase cutânea. Essa correlação é de suma importância, uma vez que um dos alvos terapêuticos da DA é a correção da disbiose intestinal. 

A alteração na composição e proporção do microbioma intestinal parece estar associada ao grau dos sintomas da DA, via eixo intestino-pele, por meio de neurotransmissores e neuromoduladores. Estudos mostram que a administração de probióticos via oral altera a resposta imune do hospedeiro e a integridade da pele, por interagir com a mucosa gastrointestinal e o tecido linfoide associado ao intestino (GALT), apresentando potencial terapêutico para a DA.

Probióticos e psoríase

A psoríase é uma doença inflamatória, imunomediada e crônica. Caracteriza-se pela presença de lesões cutâneas avermelhadas, espessas, delimitadas e com áreas de descamação.  Os fatores de risco associados são: estresse, história familiar de psoríase, tabagismo, etilismo e obesidade. 

Estudos recentes demonstram um importante papel da microbiota nessa condição, associada à via de ativação dos linfócitos Th17. Foram observadas diferenças significativas entre a microbiota da pele saudável e da pele afetada pelas lesões psoriáticas, com tendência de diminuição da diversidade bacteriana. A redução de bactérias como Staphylococcus epidermidis, Actinobacteria e P. acnes no microbioma da pele psoriática pode levar a maior colonização por Staphylococcus aureus, provocando inflamação cutânea. 

Saiba mais: Dermatite atópica pediátrica: gravidade e associação com dificuldades de aprendizado

Apesar da limitação dos dados, evidências demonstraram que a suplementação oral de probióticos pode apresentar resultados promissores no tratamento da psoríase, através dos efeitos imunorreguladores, com redução da inflamação cutânea. O papel dos probióticos tópicos, entretanto, permanece desconhecido. 

Conclusão

O microbioma intestinal pode contribuir no desenvolvimento, persistência e gravidade das doenças dermatológicas. Assim, o uso oral de probióticos parece ser benéfico na melhora desses quadros. Investigações adicionais são necessárias para a completa identificação desses benefícios e dos agentes potenciais para cada uma dessas doenças e definição do esquema terapêutico.

Autor(a):

Em conjunto com: Jordana Almeida Mesquita¹, Isabella Barreto de Souza Machado²

¹ Acadêmica de Medicina na Universidade Federal de Minas Gerais. Diretora de Pesquisa da Sociedade Brasileira de Ligas Acadêmicas do Aparelho Digestivo (SOBLAD). Lattes: 4134333640641468

² Acadêmica de Medicina na Universidade Federal de Minas Gerais. Corpo de Apoio Científico da Sociedade de Acadêmicos de Medicina de Minas Gerais. (SAMMG). Lattes: 5732802318428135

Referências bibliográficas:

  • França, K. Topical Probiotics in Dermatological Therapy and Skincare: A Concise Review. Dermatol Ther (Heidelb) 11, 71–77 (2021). doi: 10.1007/s13555-020-00476-7
  • Salem I, Ramser A, Isham N, Ghannoum MA. The Gut Microbiome as a Major Regulator of the Gut-Skin Axis. Front Microbiol. 2018 Jul 10;9:1459. doi: 10.3389/fmicb.2018.01459
  • Lee SY, Lee E, Park YM, Hong SJ. Microbiome in the Gut-Skin Axis in Atopic Dermatitis. Allergy Asthma Immunol Res. 2018 Jul;10(4):354-362. doi: 10.4168/aair.2018.10.4.354
  • Di Marzio L, Cinque B, De Simone C, Cifone MG. Effect of the lactic acid bacterium Streptococcus thermophilus on ceramide levels in human keratinocytes in vitro and stratum corneum in vivo. J Investig Dermatol. 1999;113:98–106. doi: 10.1046/j.1523-1747.1999.00633.x.
  • Yu, Y., Dunaway, S., Champer, J., Kim, J., & Alikhan, A. (2019). Changing our microbiome: Probiotics in dermatology. British Journal of Dermatology. doi: 10.1111/bjd.18088 
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar