Infectologia

Conheça 5 mitos e verdades sobre a dengue

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

Aqui no portal, criamos o Projeto Verão, no qual vamos comentar as principais doenças desta época do ano. Como ainda há muitas dúvidas sobre a dengue, hoje iremos pontuar as verdades e mitos que circulam a doença, que foi o foco do nosso destaque no Instagram. Vamos às repostas:

1) Há indicação de corticoide na dengue.

MITO

Não use corticosteroides. Eles não são indicados e podem aumentar o risco de sangramento, hiperglicemia e imunossupressão.

2) Se plaquetopenia importante na dengue, deve-se transfundir plaquetas.

MITO

NÃO transfunda plaquetas. Não diminui o risco de hemorragia grave e pode levar a sobrecarga de fluidos e hospitalização prolongada.

*A orientação de não transfundir plaquetas é dada pelo guideline americano (CDC). O Ministério da Saúde no Brasil traz as seguintes orientações:

Na presença de coagulopatias avaliar necessidade de uso de plasma fresco (10 ml/kg), vitamina K endovenosa e crioprecipitado (1 U para cada 5-10 kg).

  • Considerar a transfusão de plaquetas nas seguintes condições: sangramento persistente não controlado, depois de corrigidos os fatores de coagulação e do choque, e com trombocitopenia e INR maior que 1,5 vezes o valor normal

3) Priorize sempre a ~infusão venosa de fluidos.

MITO

Não suponha que fluidos intravenosos sejam necessários. Primeiro verifique se o paciente pode tomar fluidos oralmente. Use apenas a quantidade mínima de líquido intravenoso para manter o paciente bem perfundido. Deve-se diminuir a taxa de infusão de líquidos à medida que o estado hemodinâmico melhora ou a produção de urina aumenta.

4) Se o paciente não responder a salina, deve-se administrar coloides.

VERDADE

Administre coloides (como a albumina) para choque refratário. Pacientes que não respondem a 2-3 bolus de solução salina isotônica devem receber coloides em vez de mais salina. É importante lembrar que os colóides costumam ser caros, então deve-se avaliar a disponibilidade destes em eu local de trabalho.

5) Deve-se transfundir sangue para hemorragia clinicamente significativa.

VERDADe

Se o hematócrito cair, com sinais vitais instáveis ​​ou se sangramento significativo aparente, transfunda sangue imediatamente.

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas
Cadastrar Login

Saiba mais sobre a dengue

É médico e também quer ser colunista do Portal da PEBMED? Inscreva-se aqui!

Autor:

Referências:

Compartilhar
Publicado por
Dayanna de Oliveira Quintanilha
Tags: dengue

Posts recentes

3 doenças com mais risco na pediatria

Você sabe quais são elas? Neste post do blog, abordamos três. Acesse e saiba os…

13 horas atrás

Farmacogenética: adequando os medicamentos aos genes

A Farmacogenética estuda como as variações presentes no genoma dos indivíduos podem influenciar na resposta…

13 horas atrás

Como diagnosticar IC com FE preservada?

No episódio de hoje em parceria com o Cardiopapers, aprenda como identificar um quadro de…

14 horas atrás

Anvisa determina recolhimento de lotes interditados da CoronaVac

A Anvisa emitiu uma resolução que determina o recolhimento de lotes da CoronaVac que foram…

15 horas atrás

Leucemia linfoblástica aguda (LLA) em adultos: manejo dos efeitos adversos da asparaginase?

A LLA é a neoplasia mais comum na infância e seu tratamento tem altos índices…

16 horas atrás

Nova classificação para complicações relacionadas a cirurgias de retina

O descolamento de retina regmatogênico (DRR) é a emergência relacionada à retina mais comum e…

20 horas atrás