Conheça a síndrome Situs Inversus Totalis. Será Possível?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

O Situs Inversus Totalis teve seu primeiro caso diagnosticado no século 18. É uma herança genética rara, autossômica recessiva, com incidência de 1/10.000 casos, de igual distribuição em ambos os sexos.

O interessante dessa síndrome é a sua caracterização já que indivíduos portadores apresentam uma inversão completa de todos os órgãos torácicos e abdominais.

Os órgãos apresentam-se posicionados como uma imagem em espelho. Não somente o coração é visto dextrovertido, uma alteração relativamente conhecida, mas também os órgãos abdominais. Por exemplo, o fígado está do lado esquerdo, baço e estômago estão do lado direito.

Sabe-se que essa assimetria anatômica é estabelecida durante a formação embrionária, especificamente, na rotação dos órgãos. Entretanto, vale ressaltar que os indivíduos portadores da Situs Inversus Totalis por si só não apresentam repercussões clínicas, com exceção dos casos associados a cardiopatias.

Assim sendo, quase sempre, o seu diagnóstico é um achado em exames de imagem, como radiografias, tomografias e ultrassonografias.

Autor:

Referências:

* SITUS INVERSUS TOTALIS – RELATO DE CASO Oliveira, Jackeline Ribeiro1 ; Sagawa, Gisele Mitiko1 ; Vieira, Maria Carolina Arruda1 ; Guidoux, Gustavo Nader2 ; Ribeiro, Ana Milena Santos2 ; Tomita, Wilson Koitti3 ; Velano, Carlos Eduardo Engel4 ; Botrel, Tobias Engel Ayer4

* SITUS INVERSUS TOTALIS Dr. J.S.Dalal, DRME (Pb.), State MedicolegalAdvisor, Principal, Professor and Head, Forensic Medicine, Dr. Gurpreet Kalsey, Professor and Head, Anatomy, Dr. Hakumat Rai,Additional Professor, Forensic Medicine, Dr. Ashok Chanana, Associate Professor, Forensic Medicine, Dr. Shilekh Mittal, Junior Resident, Forensic Medicine, Dr. Varuna Dalal, Intern, Forensic Medicine, Govt. Medical College,Amritsar Dr. Parmod Goyal, Lecturer, MaharajaAggarsen Medical College,Agroha

* Situs Inversus Totalis – A Case Report Dr. G.Supriya, Dr. S.Saritha, Dr. Seema Madan

* Situs Inversus Totalis (Dextroversion) – An Anatomical Study Sharada Sharma*, Chaitanya KK and Suseelamma D

É médico e também quer ser colunista da PEBMED? Clique aqui e inscreva-se!

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Um comentário

  1. Adrisna Schmitt dos Santos

    Eu também tenho sirtus inversus totalis, descoberto com 3 anos de idade, com um raio x.
    Hoje tenho 26 anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar