Medicina Laboratorial

Covid-19: novo teste de anticorpos IgG é aprovado no Brasil

Tempo de leitura: 2 min.

Um novo teste para a detecção do novo coronavírus é aprovado no Brasil. Desenvolvido pela Abbott Laboratories, o teste laboratorial para a detecção do anticorpo IgG, realizado em amostra de sangue, foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Esse novo teste demonstrou especificidade e sensibilidade para identificar anticorpos IgG maiores que 99% em 14 dias ou mais após o início dos sintomas.

A testagem de anticorpos é um importante passo para verificar se o indivíduo foi previamente infectado, além de proporcionar maior compreensão do vírus, incluindo quanto tempo os anticorpos permanecem no corpo e se fornecem imunidade. Esse tipo de informação é fundamental no desenvolvimento de tratamentos e vacinas.

“Concentramos os nossos esforços para trazer os testes de Covid-19 ao mercado brasileiro o mais rápido possível para ajudar no combate à pandemia do novo coronavírus. Estamos orgulhosos por poder fornecer nossos testes de anticorpos imediatamente, pois ajudarão a entender quem teve o vírus, levando a uma maior confiança à medida que vamos retornando à normalidade”, explica Júlio Aderne, Gerente Geral da Divisão de Diagnósticos da Abbott no Brasil.

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas
Cadastrar Login

Novo teste de Covid-19 no país

O teste já está disponível em algumas unidades médicas particulares espalhadas pelo país.

“Sabemos que apenas testando a população poderemos contribuir para reverter a situação de crise em que nos encontramos. Por isso, o compromisso em expandir o portfólio com testes altamente confiáveis”, afirma Alessandro Ferreira, vice-presidente do Grupo Pardini, de Medicina Diagnóstica do Brasil, que já oferece o novo teste aos seus clientes.

Leia também: Covid-19: saiba mais sobre os diferentes tipos de testes diagnósticos registrados pela Anvisa

Os testes de anticorpos da Abbott já estão sendo utilizados em diversos países, como Estados Unidos, Reino Unido, Itália e Espanha. De acordo com pesquisadores da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, o resultado, a partir do 17º dia do início dos sintomas da Covid-19, chega a ter 99,9% de especificidade e 100% de sensibilidade.

O ensaio para IgG contra o novo coronavírus da Abbott está disponível em um sistema de alto rendimento, capaz de rodar de 100 a 200 testes a cada uma hora,ou seja, um teste com processamento bastante rápido e eficaz que pode ajudar no combate à pandemia.

Prós e contras

Sabemos que os exames sorológicos não são muito úteis para firmar um diagnóstico precoce do novo coronavírus, uma vez que as pessoas apresentam poucos anticorpos contra ele nos primeiros dias após sua invasão.

O exame ideal para realizar assim que os sintomas surgirem é o RT-PCR. Contudo, os testes sorológicos são úteis ajudar no inquérito epidemiológico da doença: verificando se um indivíduo contraiu o vírus no passado e desenvolveu anticorpos contra ele, o que sugere algum grau de proteção contra uma possível reinfecção.

Seus resultados também são empregados em pesquisas epidemiológicas que quantificam a incidência da Covid-19 em determinada população, além de auxiliar no desenvolvimento de tratamentos e vacinas.

O teste da Abbott Laboratories também recebeu autorização emergencial de uso do Food and Drug Administration (FDA) nos Estados Unidos e European Medicines Agency (EMA), da União Europeia.

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Autora:

Referências bibliográficas:

Compartilhar
Publicado por
Úrsula Neves

Posts recentes

Como a alimentação pode influenciar no sistema imune infantil?

O Jornal de Gastroenterologia e Nutrição Pediátrica abordou qual seria o papel da alimentação no…

5 horas atrás

Síndrome do refluxo faringolaríngeo: panorama clínico [podcast]

Neste podcast, o Dr. Gabriel Caetani falará sobre a síndrome do refluxo faringolaríngeo. Saiba mais…

5 horas atrás

Check-up Semanal: vacina da Pfizer no paciente com DRC, mnemônicos úteis no plantão e mais! [podcast

Check-up Semanal: confira as últimas notícias sobre vacina da Pfizer em pacientes com DRC, mnemônicos…

6 horas atrás

É possível tratar endocardite infecciosa esquerda com antimicrobianos orais?

Endocardite infecciosa é uma doença que pode envolver tanto a estrutura natural do coração, quanto…

7 horas atrás

Ministério da Saúde aprova dose de reforço para profissionais de saúde

Ministério da Saúde anunciou a dose de reforço contra Covid-19 para profissionais de saúde. A…

8 horas atrás

A sustentação de carga ou mobilidade precoce após fraturas de tornozelo aumentam a chance de complicações?

As fraturas de tornozelo são lesões ortopédicas comuns, sendo tratadas, quando há indicação cirúrgica, com…

9 horas atrás