Página Principal > Neurologia > Deve-se fazer timectomia na miastenia gravis?

Deve-se fazer timectomia na miastenia gravis?

A timectomia, cirurgia de remoção do timo, tem sido um pilar no tratamento da miastenia gravis, mas ainda não há evidências conclusivas de seu benefício. Em um artigo publicado no New England Journal of Medicine, pesquisadores realizaram um estudo para investigar a questão.

Neste estudo multicêntrico, 126 pacientes com miastenia gravis, de 18 a 65 anos, com duração de doença menor que cinco anos, foram randomizados para se submeterem a timectomia por meio de esternotomia mediana combinada com um protocolo padrão de prednisona de 100 a 120 mg por dia alternativo ou apenas ao protocolo de prednisona.

Em todas as visitas aos avaliadores clínicos, os participantes usaram camisas pretas com gola alta para ocultar as incisões transesternal. A eficácia baseou-se em dois resultados:

  1. pontuação média ponderada quantitativa do escore de mistenia gravis
  2. exigência média de prednisona após um período de três anos

Resultados

Uma maior melhora clínica foi observada no grupo timectomia + prednisona, mas as diferenças absolutas foram moderadas. Já no desfecho secundário mais pacientes no grupo de timectomia + prednisona apresentaram manifestações mínimas de doença em três anos (67% vs 47% no grupo de prednisona) e menor necessidade de imunossupressão com azatioprina (17% vs 48%).

No entanto, não houve remissão nos pacientes do grupo timectomia + prednisona, que ainda exigiram uma média de 44 mg de prednisona em dias alternados.

A ausência de remissão completa entre os pacientes cirúrgicos e a necessidade de continuar com prednisona para manter a remissão devem ser ponderadas contra a aparente eficácia das imunoterapias emergentes como IVIg, micofenolato e rituximabe.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Referências:

  • Wolfe GI, Kaminski HJ, Aban IB, et al. Randomized trial of thymectomy in myasthenia gravis. N Engl J Med. 2016;375(6):511-522.
  • Practice Uptade. 2016 Top Stories in Neurology: Myasthenia Gravis (https://www.practiceupdate.com/c/46554/1/7/?elsca1=emc_enews_expert-insight&elsca2=email&elsca3=practiceupdate_neuro&elsca4=neurology&elsca5=newsletter&rid=MTQ5OTIzMDcwNzc1S0&lid=10332481)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.