Devo prescrever AAS para pacientes sem doença arterial coronariana?

Os benefícios do AAS na prevenção secundaria da doença cardiovascular está muito bem estabelecido. A eficácia da aspirina na prevenção primária, entretanto, é menos evidente.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

Os benefícios do ácido acetil salicílico (AAS) na prevenção secundaria da doença cardiovascular está muito bem estabelecido. A eficácia da aspirina na prevenção primária, entretanto, é menos evidente. Os estudos que a testaram dão poucas dicas de quando ela deve ser usada, pacientes de alto risco cardiovascular ou pacientes com vários fatores de risco podem ser grandes candidatos a receber baixas doses de aspirina quando os benefícios superam os efeitos colaterais. Outras populações de risco como pacientes diabéticos ou pacientes com risco excedendo 10% de infarto em 10 anos também podem ser beneficiados pela estratégia.

Aspirina é um fármaco antigo inicialmente utilizado como anti-inflamatório, percebeu-se então que seu efeito anti-trombótico reduzia o risco de doença cardiovascular. Em pacientes com doença cardiovascular documentada ela reduz o risco de infarto do miocárdio e ACV, além de mortes relacionadas a eventos cardiovasculares.

O AAS age inibindo de forma irreversível o tromboxano A2 através da inibição da clicoxigenase 1 (COX1), esse efeito resulta em prejuízo da agregação plaquetária enquanto a vida da plaqueta durar. Outros benefícios da aspirina na prevenção de doença cardiovascular seriam redução do estado pro inflamatório e a produção de agentes vasodilatadores como o óxido nítrico.

As doses de aspirina recomendadas vão de 81 a 325 mg/dia.

O uso da aspirina prevenção na primária de doença cardiovascular mostra poucas evidências em relação benefício do uso da droga. Uma meta-análise com seis estudos de prevenção primária cardiovascular com aspirina avaliou 95 mil pacientes com baixo risco cardiovascular e mostrou uma importante redução nos infartos não fartais, porém não mostrou redução significativa nas mortes de causar cardiovascular. O sangramento no grupo que utilizou aspirina foi estatisticamente maior em relação ao grupo placebo.

Em 2012, outra meta-análise observou uso da aspirina como prevenção primária para doença cardiovascular e outros desfechos não vasculares, como câncer.

A meta-análise envolveu nove estudos somando um total de 102.621 pacientes. Os pesquisadores encontraram uma redução de 10% no total de eventos cardiovasculares, que foi mais atribuída a importante redução do infarto não fatal. Interessantemente, a aspirina se mostrou menos eficaz nesse estudo para reduzir a incidência de infarto não fatal em relação ao placebo do que nos estudos anteriores ao ano 2000. A provável explicação para isso é que drogas como as estatinas e betabloqueadores não eram usados com tanta frequência naquela época. O estudo não provou um benefício da aspirina em relação à redução de câncer.

Em 2015 a U.S. Preventive Services Task Force (USPSTF) publicou a mais recente meta-análise sobre o tema. Foram 10 ensaios clínicos randomizados, dos quais dois eram considerados de boa qualidade. O estudo mostrou que os da aspirina preveniu eventos cardiovasculares maiores em 11%. Assim como nas duas outras meta-análises, o estudo mostrou uma maior redução da incidência de infarto não fatal, sendo que a aspirina não provou reduzir mortalidade cardiovascular.

Com resultados não tão impactantes ou convincentes, as diretrizes divergem em relação a indicação do uso de aspirina na prevenção primária doença cardiovascular, porém todas concordam que pacientes com risco elevado de desenvolver doença cardiovascular em 10 anos (maior que 10%) e pacientes diabéticos devem ser individualizados no uso de aspirina como prevenção primária para doença cardiovascular, pesando riscos e benefícios da terapia.

Mais condutas em Cardiologia você encontra no Whitebook. Clique aqui para baixar grátis!

Referências:

  • Patrono C. Low-dose aspirin in primary prevention: cardioprotection, chemoprevention, both, or neither? Eur Heart J. 2013;34:3403–3411.
  • Hennekens CH, Sechenova O, Hollar D, Serebruany VL. Dose of aspirin in the treatment and prevention of cardiovascular disease: current and future directions. J Cardiovasc Pharmacol Ther. 2006;11:170–176.
  • Guirguis-Blake JM, Evans CV, Senger CA, et al. Aspirin for the Primary Prevention of Cardiovascular Events: A Systematic Evidence Review for the U.S. Preventive Services Task Force. Evidence Synthesis No. 131. AHRQ Publication No. 13–05195-EF-1. Rockville, MD: Agency for Healthcare Research and Quality; 2015.
  • Antithrombotic Trialists’ (ATT) Collaboration, Baigent C, Blackwell L, Collins R, et al. Aspirin in the primary and secondary prevention of vascular disease: collaborative meta-analysis of individual participant data from randomised trials. Lancet. 2009;373:1849–1860.
  • Seshasai SR, Wijesuriya S, Sivakumaran R, et al. Effect of aspirin on vascular and nonvascular outcomes: meta-analysis of randomized controlled trials. Arch Intern Med. 2012;172:209–216.
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão

Especialidades

Tags

AAS