Categorias: Saúde Pública

Dia de Alerta da Insuficiência Cardíaca: evento promove conscientização sobre o tema

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

Tudo começa quando o coração sadio recebe algum tipo de agressão, seja de origem infecciosa, inflamatória, tóxica ou cardiometabólica. Isso promove mudanças na anatomia, fisiologia e bioquímica cardíaca que podem ser traduzidas em sinais, sintomas, alterações laboratoriais e de exames de imagem. A insuficiência cardíaca (IC) é a via final desse processo e é responsável por elevada morbimortalidade no Brasil e no mundo.

Apesar disso, as atividades de prevenção e conscientização sobre o tema no país ainda estão aquém do que se deseja quando se considera a elevada prevalência dessa doença. Nesse contexto, o dia 09 de julho de 2018 foi um marco histórico, além de ser a data de nascimento do pai da cardiologia brasileira – Carlos Chagas –, pois a Universidade Federal Fluminense (UFF) realizou o primeiro Dia do Alerta da Insuficiência Cardíaca.

O EVENTO

O evento teve a organização de uma motivada equipe multiprofissional que se mobilizou para superar os desafios. Iniciou-se pela manhã por volta de 08h30 com uma mesa de abertura conduzida pelo professor Evandro Tinoco Mesquita. Em seguida uma mesa redonda para discussão da IC contou com as brilhantes palestras dos professores Sergio Chermont, Dayse Mary Correia, Maria Luiza Garcia, Mônica Quintão, Antonio José Lagoeiro e Evandro Tinoco Mesquita. Na sequência a professora Aurea Grippa trouxe um pouco da história da Cardiologia de Niterói.

Palestrantes do evento

 

Após isso, a professora Ana Carla Dantas Cavalcanti foi moderadora de uma cativante sessão, que trouxe depoimentos de pacientes com IC em reabilitação na Clínica Coração Valente: ficou claro que o cuidado integral pode fazer a diferença na vida dos pacientes com essa doença e que iniciativas dessa natureza são fundamentais.

Em seguida, foi apresentado pelos alunos da pós-graduação em Ciências Cardiovasculares da UFF, Erito Marques de Souza Filho e Lissandra de Souza Lopes, um pouco da história de Raul Carlos Pareto Júnior em versos: suas contribuições para o ensino e pesquisa no Hospital Antônio Pedro e seu exemplo de vida dedicada ao cuidado.

Após a cerimônia de encerramento das atividades matutinas, alunos e professores foram para o Campo de São Bento em uma campanha de conscientização sobre a IC. A também aluna da pós-graduação Michelle Salabert fez o seguinte comentário sobre esse momento: “foi uma experiência muito rica para mim; meu pai morreu no final da década de 80, quando eu ainda era criança. Ter tocado de alguma forma aquele senhor me fez feliz e quero agradecer a todos pela oportunidade”.

Diploma de mérito foi entregue a profissionais com contribuições relevantes

 

Após o pôr do sol, na cerimônia vespertina, o diploma de mérito científico Raul Carlos Pareto Júnior foi concedido a profissionais com contribuições relevantes na área biomédica. O evento contou com a presença do atual vice-reitor e reitor eleito da UFF Antonio Claudio Lucas da Nóbrega e do vereador Rodrigo Farah. Ademais, a professora Aurea Grippa brindou os participantes do evento com uma apresentação com animações e efeitos visuais sobre a trajetória de Carlos Chagas e o professor Luiz Augusto de Freitas Pinheiro fez uma palestra carregada de muita emoção sobre a importância do professor Raul Carlos Pareto Júnior e seu legado.

Sem dúvida, esse evento contribuiu para erigir um ideal de conscientização, de cuidado e de amor para com aqueles que são a razão de existência de qualquer profissional de saúde – os pacientes. Espera-se, portanto, que essa iniciativa seja apenas a primeira de muitas outras que virão e que certamente trarão mais alvíssaras para a sociedade brasileira.

Em tempo: parabéns aos professores Antônio Cláudio Lucas da Nóbrega, Luis Augusto de Freitas Pinheiro, Luiz José Martins Romeo Filho, Antônio Alves de Couto, Carlos Augusto Cardoso Faria, Gesmar Herdy, Cláudio Tinoco Mesquita, Antônio Lagoeiro Jorge, Maria Luiza Rosa Garcia, Eduardo Nani, Wolney de Andrade Martins e Evandro Tinoco Mesquita pelo recebimento do diploma de mérito científico Raul Carlos Pareto Júnior e ao professor Antônio Cláudio Lucas da Nóbrega pelo recebimento da medalha Albert Sabin.

Profissionais envolvidos no evento

 

Semana da Insuficiência Cardíaca na PEBMED

Como forma de apoio a esse importante evento, a PEBMED dedicou a semana à insuficiência cardíaca, com as principais novidades sobre o tema, além de condutas e diretrizes de manejo do doente. Veja abaixo o nosso conteúdo:

*Esse artigo foi escrito por Erito Marques de Souza Filho, membro do programa MD-PhD na Universidade Federal Fluminense.

Compartilhar
Publicado por
Colunista

Posts recentes

ACC.21: o que já sabemos sobre anticoagulantes em pacientes com Covid-19?

Uma sessão inteira do congresso do ACC 2021 foi dedicada à discussão o uso de anticoagulantes…

8 horas atrás

ACC 2021: dapagliflozina seria benéfico em pacientes com Covid-19 e fatores de risco?

Um estudo que avaliou o uso da dapagliflozina na Covid-19 em pacientes com fatores de…

9 horas atrás

ATS 2021: síndrome pós-Covid-19 e reabilitação pulmonar

A síndrome pós-Covid-19 e seu manejo foram temas de uma das sessões do congresso da…

11 horas atrás

ATS 2021: novidades na abordagem de tromboembolismo pulmonar

Uma das temáticas abordadas no ATS 2021 foram as novidades em tromboembolismo pulmonar (TEP), que…

13 horas atrás

ATS 2021: abordagem de nódulos e massas pulmonares – práticas atuais

Um dos principais assuntos discutidos no congresso da American Thoracic Society, ATS 2021, foi nódulos…

15 horas atrás

ACC 2021: oclusão do apêndice atrial em cirurgia cardíaca + anticoagulação pode reduzir risco de AVE?

O estudo LAAOS 3 avaliou se a oclusão do apêndice atrial esquerdo, adicionada à posterior…

1 dia atrás