Tempo de leitura: 2 min.

A tuberculose é uma doença endêmica em boa parte dos países pobres e ainda representa um problema de saúde pública nesses locais. As apresentações pulmonares são as mais frequentes sem dúvida, entretanto a localização no sistema genital feminino representa o 4º sítio mais frequente extrapulmonar (representando aproximadamente 20% dos casos de tuberculose extrapulmonar).

Leia também: Achados em ressonância nuclear magnética (RNM) em pacientes com tuberculose meníngea

Prevalência

A incidência de tuberculose em sítios extrapulmonares apresenta uma distribuição epidemiológica preferencial pelos países desenvolvidos (Portugal sendo o país europeu de maior prevalência na Europa).

O sistema genital feminino acometido por tuberculose pode manifestar-se clinicamente com infertilidade ligada a alterações anatômicas de trompas uterinas e endométrio principalmente.

Sintomas

As manifestações clínicas da tuberculose genital, podem passar despercebidas (raramente dor abdominal, sangramento vaginal e dispareunia que são os mais frequentes, estão presentes), uma vez que causam poucos sintomas. Sendo a infertilidade conjugal um evento investigado por muitos médicos, a tuberculose muitas vezes é esquecida, já que o sítio pulmonar é o mais lembrado.

Nesse dia dedicado ao diagnóstico da tuberculose, devemos lembrar de que a tuberculose é uma doença sistêmica, podendo, portanto, acometer sítios extrapulmonares em alguns casos, principalmente em países mais pobres como o nosso. Quando a infertilidade feminina estiver em investigação lembre-se de tentar afastar o diagnóstico de tuberculose genital.

Leia os outros textos sobre o Dia Mundial de Combate à Tuberculose no site.

Autor(a):

Referências bibliográficas:

  • Efared B, Sidibé IS, Erregad F, Hammas N, Chbani L, El Fatemi Female genital tuberculosis: a clinicopathological report of 13 cases. J Surg Case Rep. 2019 Mar 23;2019(3):rjz083. doi: 10.1093/jscr/rjz083. PMID: 30937159.
  • Reis-de-Carvalho C, Monteiro J, Calhaz-Jorge Genital tuberculosis role in female infertility in Portugal. Arch Gynecol Obstet. 2021 Jan 10. doi: 10.1007/s00404-020-05956-x.
Compartilhar
Publicado por
João Marcelo Martins Coluna

Posts recentes

Sintomas psicossociais negativos em pré-escolares associados ao tempo de tela

Estudo concluiu que o tempo de tela de crianças pré-escolares aumentou e foi associado à…

1 hora atrás

ATS 2021: infecções fúngicas em ambiente intra-hospitalar

Infecções fúngicas são uma ameaça na terapia intensiva. Na pandemia de Covid-19, a preocupação aumentou.…

2 horas atrás

Hidroanecefalia x hidrocefalia máxima: você sabe a diferença?

A diferenciação entre hidroanecefalia e hidrocefalia máxima é crucial para a definição do prognóstico neonatal…

3 horas atrás

ACC 21: ablação de fibrilação atrial é superior ao controle de frequência cardíaca em pacientes com IC?

Em estudo apresentado no ACC 2021 avaliou se a ablação de fibrilação atrial é maior ao…

4 horas atrás

Hemorragia puerperal: prevenir com ácido tranexâmico na cesárea diminui a mortalidade?

Um artigo teve como objetivo de estudar uma possível prevenção da hemorragia puerperal com o…

5 horas atrás

CFM divulga resolução definindo como experimental o uso da cloroquina por inalação

O Conselho Federal de Medicina estabeleceu inalação de cloroquina como procedimento experimental no tratamento contra…

6 horas atrás