Página Principal > Colunistas > Diabetes insipido central (DI): saiba o que é e como manejar
ECMO

Diabetes insipido central (DI): saiba o que é e como manejar

Tempo de leitura: 1 minuto.

O diabetes insipido central (DI) tem como característica principal a liberação reduzida da vasopressina (ADH), resultando em poliúria. As doenças do hipotálamo (núcleo supra-ótico) ou neuroipófise podem cursar com graus variáveis de DI.

Quadro clínico

Poliúria, noctúria e polidipsia. Alterações laboratoriais incluem principalmente graus variados de hipernatremia. Além disso os pacientes podem evoluir com perda de densidade mineral óssea, mas o mecanismo de como isso ocorre é incerto.

Leia mais:  Diabetes: como é o manejo do controle glicêmico em cirurgias eletivas?

Causas de DI

A causa mais comum é idiopática, porém pode ser secundária a tumores hipotalâmicos/hipofisários, neurocirurgia ou trauma. Nestes casos RM é um exame bastante importante para nos ajudar a definir a causa de DI.

Tratamento

O principal medicamento é a desmopressina (análogo do ADH), o principal objetivo terapêutico é reduzir os sintomas descritos acima, portanto idealmente deve-se usar a medicação antes de dormir. O principal efeito colateral a ser evitado é hiponatremia devido ao acúmulo de água.

É médico e também quer ser colunista do Portal da PEBMED? Inscreva-se aqui!

Autor:

Referências:

  • BICHET, Gabriel G. Clinical manifestations and causes of central diabetes insipidus. 2019, Wolters Kluwer
  • BICHET, Gabriel G. Treatment of central diabetes insipidus. 2019, Wolters Kluwer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.