Doença de Chagas: SUS volta a oferecer dose pediátrica de benznidazol

Nos últimos 8 anos, o medicamento estava disponível apenas na dose de tratamento para adultos. Unidades já foram enviadas aos estados.

Após oito anos, o Ministério da Saúde retomou, este mês, o fornecimento de benznidazol 12,5 mg, a dose pediátrica do antiparasitário para doença de Chagas. Cerca de 12 mil unidades foram adquiridas e enviadas aos estados, para disponibilização por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). Nos últimos anos, o medicamento só estava disponível na dosagem de 100 mg, para tratamento de fase inicial da doença em adultos.

No início deste mês, a doença se tornou notícia após o aparecimento de insetos do tipo barbeiro no campus da Universidade de São Paulo (USP). Um e-mail divulgado internamente com orientações sobre o tema chegou a viralizar nas redes sociais. De acordo com informações do site G1, um dos seis insetos estava infectado com o protozoário Trypanossoma cruzi.

Doença de Chagas no Brasil

Atualmente, a transmissão oral é a principal forma de contágio no Brasil, ocorrendo frequentemente em surtos. De acordo com o último Boletim Epidemiológico sobre a doença, estima-se que, pelo menos, 1 milhão de brasileiros estejam infectados pelo T. cruzi. Em estudos recentes, esse número varia de 1,9 até 4,6 milhões de pessoas, e o impacto em mortalidade ainda é grande: a infecção é uma das quatro principais causas de morte por doenças infecciosas e parasitárias no país.

Segundo dados do Ministério, nos últimos dez anos, foram registrados em média 4 mil óbitos por ano tendo como causa básica a doença de Chagas. A maior parte das mortes pela infecção está relacionada a complicações decorrentes de doença cardíaca crônica.

Tratamento com benznidazol

O objetivo principal do tratamento é a eliminação dos parasitas e manejo dos sintomas. Por isso, o antiparasitário benznidazol é a primeira linha e, mesmo possuindo ação limitada em pacientes com doença crônica, as evidências apontam grande proporção de cura em pessoas com menos de 18 anos de idade.

Este artigo foi revisado pela equipe médica do Portal.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe o Whitebook Tenha o melhor suporte
na sua tomada de decisão.
Referências bibliográficas: Ícone de seta para baixo