Leia mais:
Leia mais:
Metade das brasileiras reclama do descaso dos médicos em relação à dor
Quiz: paciente 15 anos, sexo masculino, pé cavo com dor. O que será?
Uso de cetamina intranasal na dor aguda em setor de emergência pediátrica
Fumantes e ex-fumantes têm mais sensibilidade à dor?
O uso do tramadol no controle da dor é bom para quem?

Dor lombar aguda: relaxantes musculares têm benefícios?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Dor lombar é uma queixa frequente na emergência e nos consultórios. Nos casos com características osteomusculares, relaxantes musculares (principalmente antiespasmódicos não benzodiazepínicos, como ciclobenzaprina) são comumente prescritos. Esta abordagem é recomendada como primeira linha de tratamento pelo American College of Physicians.

dor lombar

Revisão sobre relaxantes musculares para dor lombar

Uma nova revisão sistemática foi publicada recentemente na BMJ para avaliar a eficácia dos relaxantes musculares, neste contexto. Ao todo, os autores avaliaram 49 ensaios clínicos randomizados e controlados nos quais antiespasmódicos não benzodiazepínicos foram comparados com placebo ou outros controles. Destes, 31 ensaios foram analisados, o que equivalia a 6.505 participantes.

Evidências de certeza muito baixa mostraram que, em duas semanas, os antiespasmódicos não benzodiazepínicos foram associados a uma intensidade de dor menor do que os tratamentos de controle. Porém, segundo os autores, a diferença de 7,7 pontos (em uma escala padronizada de 100 pontos) estava abaixo do limite para que fosse considerado relevante clinicamente.

Também foi visto que os antiespasmódicos não benzodiazepínicos podem ter pouco ou nenhum efeito na intensidade da dor em 3-13 semanas ou na incapacidade em todos os momentos de acompanhamento. (evidência de moderada a baixa certeza). Quando usados em excesso, os antiespasmódicos não benzodiazepínicos foram associados a eventos adversos não graves, como tontura e sonolência (evidência de baixa certeza). Nenhum estudo avaliou o efeito dos relaxantes musculares nos resultados de longo prazo.

Saiba mais: Lombalgia: como é a abordagem?

Mensagem prática

O estudo sugere que os benefícios de curto prazo dos antiespasmódicos não benzodiazepínicos são limitados e não temos evidências a respeito de seus benefícios a longo prazo. Além de serem medicações que não estão isentas de efeitos colaterais.

Sabemos que os relaxantes musculares são bastante prescritos no contexto da dor lombar, então estudos mais rigorosos são necessários para esclarecer seus reais benefícios. Por ora, é válido explicar ao paciente o que temos de evidências com relação ao uso da medicação no momento da prescrição.

Referências bibliográficas:

 

Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.