Página Principal > Neurologia > Dormir demais está associado com maior risco de demência
pessoa dormindo coberta no sofa

Dormir demais está associado com maior risco de demência

Alguns estudos têm relatado associações entre a duração do sono e o risco aumentado de demência. No entanto, não está claro se a duração anormal do sono é um fator de risco ou um marcador precoce para neurodegeneração.

Em um novo estudo publicado na Neurology, pesquisadores fizeram uma análise das horas totais de sono auto-relatadas no Framingham Heart Study (n = 2.457, idade média de 72 ± 6 anos, 57% mulheres) e sua relação com o risco de demência incidente ao longo de 10 anos, ao volume cerebral total e ao desempenho cognitivo.

O tempo de sono foi definido como: 6 horas (curto), 6-9 horas (referência), e > 9 horas (longo).

Os pesquisadores observaram 234 casos de demência por todas as causas em 10 anos de follow-up. Em análises multivariáveis, a duração prolongada do sono foi associada a um risco aumentado de demência incidente (hazard ratio [HR] 2,01; intervalo de confiança [IC] de 95%: 1,24-3,26). Esses resultados foram encontrados em pessoas com comprometimento cognitivo leve basal ([HR] 2,83; [IC] 95%: 1,06-7,55) e pessoas sem grau de ensino médio ([HR] 6,05; [IC] 95%: 3,00-12,18).

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Dormir por > 9 horas durante um período médio de 13 anos foi associado a um risco aumentado de demência por todas as causas ([HR] 2,43; IC 95%: 1,44-4,11) e Alzheimer ([HR] 2.20; [IC] 95%: 1,17–4,13). Relativamente ao período de 6 a 9 horas de sono, a duração prolongada do sono também foi associada transversalmente com volume cerebral menor e desempenho cognitivo mais fraco.

Pelos resultados, os pesquisadores concluíram que a duração prolongada do sono pode ser um marcador de neurodegeneração precoce e, portanto, uma ferramenta clínica útil para identificar indivíduos com maior risco.

Veja também: ‘O que o sono tem a ver com a diabetes gestacional?’

Referências:

  • Prolonged sleep duration as a marker of early neurodegeneration predicting incident dementia. Published online before print February 22, 2017, Neurology. DOI: http:/​/​dx.​doi.​org/​10.​1212/​WNL.​0000000000003732

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.