É possível associar o consumo de suco 100% da fruta ao aumento do IMC?

Estudo avaliou as evidências disponíveis sobre o consumo de suco 100% fruta e peso corporal em crianças e adultos.

A inclusão de suco 100% fruta na dieta pode ser uma maneira prática de atender às orientações diárias para a ingestão de frutas, proporcionando uma gama de nutrientes essenciais, antioxidantes e polifenóis presentes nas frutas inteiras. No entanto, surge a preocupação de que o consumo desses sucos possa contribuir para o aumento de peso, devido às concentrações elevadas de açúcares livres e de calorias.

Diferentemente das frutas completas, essas bebidas geralmente carecem de fibras ou as têm em quantidades reduzidas, o que pode resultar em menor sensação de saciedade e, por conseguinte, em uma ingestão maior de energia sem restrições.

Leia também: Consumo de bebidas adoçadas e risco de câncer de fígado e doença hepática crônica

As evidências atuais sobre a relação entre o consumo de suco 100% fruta e o ganho de peso apresentam resultados conflitantes, derivados de estudos epidemiológicos e clínicos, possivelmente devido às variações nos tipos de sucos de fruta analisados, à consideração do consumo total de energia como um possível mediador, e às diferentes abordagens na correção para potenciais fatores de confusão.

Diante dessas indagações, sintetizar as evidências disponíveis sobre o consumo de suco 100% fruta e peso corporal em crianças e adultos foi o objetivo de uma revisão sistemática com metanálise publicada no Pediatrics.

É possível associar o consumo de suco 100% da fruta ao aumento do IMC

Metodologia

As bases de dados Medline, Embase e Cochrane foram pesquisadas até 18 de maio de 2023. O suco 100% fruta foi definido como suco de fruta sem adição de açúcar, explicitamente declarado como suco 100% fruta ou descrito de outra forma. Foram incluídos estudos de coorte prospectivos de pelo menos 6 meses e Ensaios Cínicos Randomizados (ECR) com intervenções com duração de pelo menos 2 semanas avaliando o consumo de suco 100% fruta e o ganho de peso em crianças e adolescentes (< 18 anos) e adultos (≥ 18 anos).

Foram excluídos estudos que também combinavam sucos vegetais ou bebidas açucaradas, como refrigerantes. Em ECR, o suco 100% fruta foi comparado com controles não calóricos — isto é, água ou uma bebida adoçada não nutritiva, como um refrigerante diet adoçado com adoçantes não nutritivos, como aspartame ou sucralose — ou apenas com a dieta habitual.

Também foram excluídos estudos com controle isocalórico, intervenção multimodal ou combinação de suco 100% fruta com outros alimentos, suplementos ou fatores de estilo de vida.

Em crianças, foi avaliada a alteração no índice de massa corporal (IMC) e, nos adultos, a alteração no peso corporal foi analisada.

Resultados

Os investigadores conduziram uma revisão sistemática e metanálise abrangendo 42 estudos elegíveis, dos quais 17 envolviam 45.851 crianças e 25 incluíam 268.095 adultos. Destaca-se que não foram identificados ECR envolvendo crianças. Com base nas comparações de 16 coortes que incorporaram 56.399 crianças, os pesquisadores calcularam que o consumo diário de uma porção de 236 mL de suco 100% fruta estava associado a um aumento de 0,03 no IMC (intervalo de confiança de 95% [IC 95%] 0,01-0,05).

A revisão de estudos de coorte em adultos revelou uma correlação positiva estatisticamente significativa quando os estudos não foram ajustados para a ingestão total de energia, indicando a possível influência mediadora das calorias. Em contraste, uma análise de ensaios em adultos não identificou uma associação estatisticamente significativa entre o consumo de suco 100% fruta e o peso corporal.

Conclusões

Os resultados indicam que o consumo de suco 100% fruta está associado a um leve aumento no IMC em crianças. A análise de estudos de coorte prospectivos em adultos sugeriu que o consumo diário de suco 100% fruta está relacionado ao ganho de peso corporal, provavelmente influenciado em parte pela ingestão calórica; contudo, essa associação não foi confirmada nem refutada pela metanálise de ECR.

Comentários

É crucial interpretar esses resultados com cautela. O estudo destaca a necessidade de mais ECR de alta qualidade para entender melhor o impacto do consumo de suco 100% fruta no peso corporal, especialmente em diferentes níveis de ingestão e com diferentes tipos de suco. As descobertas do estudo também respaldam as orientações de saúde pública que recomendam limitar o consumo de suco 100% fruta em crianças como medida preventiva contra o sobrepeso e a obesidade.

Embora o aumento no IMC associado ao consumo de suco de frutas seja pequeno, as implicações para a saúde pública sugerem que controlar a ingestão dessas bebidas pode ser benéfico na prevenção de problemas relacionados ao peso em crianças.

Leia também: Há associação entre suplementação oral de vitamina D e peso corporal em pediatria?

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe o Whitebook Tenha o melhor suporte
na sua tomada de decisão.
Referências bibliográficas: Ícone de seta para baixo
  • Nguyen M, et al. Consumption of 100% Fruit Juice and Body Weight in Children and Adults: A Systematic Review and Meta-Analysis. JAMA Pediatr. 2024. DOI: 10.1001/jamapediatrics.2023.6124