Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Colunistas / Eletroneuromiografia: o que é e quando solicitar?
Rede neural objeto do exame de Eletroneuromiografia

Eletroneuromiografia: o que é e quando solicitar?

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O sistema humano de comunicação dos nervos funciona semelhante a uma rede elétrica: os nervos são os “fios elétricos”, onde a energia/informação vem e vai. Eles saem do cérebro e medula (Sistema Nervoso Central – SNC) e vão para os órgãos, músculos e pele. Depois de saírem da medula, esses nervos são chamados de Sistema Nervoso Periférico (SNP).

Ouça também: TOP 5 Neurologia: insônia, TCE, doença de Fabry e mais! [podcast]

Sobre a Eletroneuromiografia

A Eletroneuromiografia (ENMG) é o exame que estuda o nervo desde a saída da medula ou cérebro e todo seu caminho até chegar aos músculos. Esse trajeto é chamado de Unidade Motora. Portanto, esse exame consegue diagnosticar doenças que afetem os nervos, a junção mioneural (encontro entre o nervo e o músculo) e também os músculos.

Como é feita?

O aparelho Eletroneuromiógrafo registra as trocas elétricas dentro das células e converte esses sinais em gráficos e tabelas, que aparecem na tela do aparelho.

O exame é dividido em duas partes:

  • Neurocondução Sensorial e Motora: são dados estímulos elétricos leves e suportáveis na pele do paciente para justamente avaliar “como” estes nervos estão levando as informações.
  • Miografia: é o estudo do músculo através de um eletrodo de agulha. Avalia “como” os músculos estão funcionando no repouso e na contração muscular e “como” está a relação entre nervo e músculo.

Essas duas partes são consideradas interdependentes e indissociáveis e são a rotina básica da ENMG. Algumas suspeitas de doenças específicas requerem outros testes.

Saiba mais: Sistema nervoso central e periférico: alvos potenciais da Covid-19

Quando pedir ENMG?

A ENMG é considerada uma extensão do exame físico e tem como objetivo confirmar a suspeita diagnóstica de doenças da Unidade Motora. É solicitada quando houver suspeita de qualquer doença no Sistema Nervoso Periférico (nervo, junção mioneural ou músculo).

Vale a pena lembrar que ela não faz diagnósticos de doenças do Sistema Nervoso Central, como, por exemplo, Acidente Vascular Cerebral (AVC).

As principais doenças diagnosticadas pela ENMG são listadas abaixo:

LOCAL DA UNIDADE MOTORA EXEMPLO DE DOENÇAS DIAGNOSTICADAS
Doença de Corno Anterior da Medula Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA)

Atrofia Muscular Espinhal

Poliomielite

Atrofia Monomélica

Ganglionopatia (Doenças de Gânglio da Raiz Dorsal da Medula) Síndromes Paraneoplásicas

Doenças Autoimunes

Toxicidade por fármacos

Infecções

Radiculopatia (Doença na saída dos nervos da medula) Hérnias de Disco Vertebral

Síndrome de Guillain-Barré;

CIDP (Polirradiculopatia Inflamatória Desmielinizante Crônica);

Plexopatia (“Emaranhados” que nervos formam quando entram nos membros superiores e inferiores) Paralisia Obstétrica Braquial

Lesões traumáticas

Toxicidade por Quimioterapia

Neuropatia Periférica (Doenças do nervo) Síndrome do Túnel do Carpo

Paralisia Facial Periférica

Lesões em nervos Ulnar, Radial, Ciático, Fibular, Tibial

Polineuropatia Diabética

Polineuropatias Congênitas

Doença de Junção Neuromuscular (encontro entre o nervo e músculo) Miastenia Gravis

Botulismo

Miopatias (doenças no músculo) Poliomiosite

Dermatomiosite

Distrofias Musculares

Miopatias Miotônicas

 

Em quais locais do corpo pode-se fazer o exame?

A ENMG pode estudar praticamente qualquer local do corpo a depender da suspeita clínica: face, pescoço, membros superiores e inferiores, perineal.

Qual o tempo ideal para pedir?

Devido a mecanismos fisiológicos de degeneração dos nervos, existe um intervalo de tempo ideal para solicitação do exame. Pede-se ENMG após 2 ou 3 semanas do início dos sintomas. Existem exceções, como em Paralisia Facial Periférica e Síndrome de Guillain-Barré, em que a ENMG pode ser feita antes.

Como solicitar?

A ENMG é sempre bilateral (dois lados do corpo) e comparativa.

  • Dicas práticas (suspeitas):
    • Doenças generalizadas (por exemplo: Polineuropatia Diabética) – pedir ENMG de 4 membros;
    • ELA – pedir ENMG de 4 membros e bulbar;
    • Miastenia Gravis – pedir ENMG de 4 membros e bulbar e Teste de Estimulação Repetitiva;
    • Neuropatias – pedir ENMG de membros superiores ou membros inferiores ou face (sempre bilateral);
    • Miopatia: sempre evitar membro/hemicorpo/hemiface em que o paciente irá realizar biópsia muscular;

Existem contraindicações?

Qual o preparo necessário?

Deve-se orientar previamente o paciente sobre como é feito o exame e seus objetivos. Também orientar a não utilizar cremes hidratantes na pele no dia da realização do exame.

Principais informações da ENMG

Uma ENMG satisfatória precisa analisar todas Raízes e Nervos do membro afetado, bem como, deve conter:

  • natureza da lesão (neuropatia/miopatia/doença de junção);
  • caracterizar o tipo da lesão (“perda é de Axônio e/ou Mielina?”; “lesão de fibra sensitiva e/ou motora?”; “existem sinais de recuperação/reinervação?”);
  • topografia da lesão (em qual local está a lesão);
  • gravidade da lesão (leve, moderada, acentuada);
  • tempo da lesão (aguda, subaguda, crônica).

Como base nas informações colhidas pelo exame de ENMG, o médico assistente consegue direcionar sua hipótese diagnóstica e orientar o melhor tratamento a seu paciente.

Autor(a):

Referências bibliográficas:

  • Pinto LC. Neurofisiologia Clínica: princípios básicos e aplicações, 2ª ed. São Paulo: Atheneu, 2010.
  • Preston DC, Shapiro BE. Electromyography and Neuromuscular Disordes. 3rd Elsevier, 2013.
  • Weiss L. Easy EMG. Elsevier, 2004

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.