Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Cardiologia / ESC 2019: novo algoritmo para o diagnóstico de IC com fração de ejeção preservada
esc 2019

ESC 2019: novo algoritmo para o diagnóstico de IC com fração de ejeção preservada

Esse conteúdo é exclusivo para
usuários do Portal PEBMED.

Tenha acesso ilimitado a todos os artigos, quizzes e casos clínicos do Portal PEBMED.

Faça seu login ou inscreva-se gratuitamente!

Tempo de leitura: 3 minutos.

A Heart Failure Association (HFA) da European Society of Cardiology (ESC) publicou uma recomendação para o diagnóstico da insuficiência cardíaca com fração de ejeção preservada (ICFEP). Trata-se do algoritmo HFA-PEFF.

O Portal PEBMED vai trazer as principais novidades do congresso 2019 da ESC 2019, que acontece entre os dias 31 de agosto e 4 de setembro. Confira todos os artigos clicando aqui.

Diagnóstico da IC com fração de ejeção preservada

O primeiro passo é dado no ambulatório incluindo a procura por sinais e sintomas de IC, associações comuns (obesidade, hipertensão, diabetes melitus, idade avançada, fibrilação atrial), e testes laboratoriais, eletrocardiograma e ecocardiograma. A suspeita de ICFEP se dá quando a fração de ejeção do ventrículo esquerdo (FEVE) é normal, não há valvopatia ou isquemia importantes e há pelo menos um fator de risco típico.

O segundo passo é o escore ecocardiograma/peptídeo natriurético. Os critérios maiores valem 2 pontos e os menores 1. Um escore > 5 é diagnóstico de ICFEP. Um escore < 1 afasta ICFEP. E um escore de 2 a 4 pontos implica em incerteza diagnóstica.

Nesse caso, há o terceiro passo (teste funcional) quando podem ser realizados ecocardiograma de estresse ou medida hemodinâmicas invasivas em repouso ou com estresse. O quarto passo é buscar a etiologia final.

Algoritmo HFA-PEFF

P – Abordagem Pré-teste

  • Sinais e sintomas de IC
  • Comorbidades
  • ECG
  • ECO
  • BNP ou pró-BNP

EEscore ECO/BNP

  • Eco com strain
  • BNP

F1 – Teste Funcional

  • Eco de estresse
  • Medidas hemodinâmicas invasivas

F2 – Etiologia Final

  • RM cardíaca
  • Biópsias cardíaca e não-cardíaca
  • Cintilografia/TC/PET
  • Teste genético
  • Testes laboratoriais específicos

Novidades nas medidas do ecocardiograma: strain longitudinal global, MAPSE ou velocidades sistólicas velocidade de e’. Uma relação E/e’ > 15 em repouso é bastante sugestiva de ICFEP.

BNP normal não afasta ICFEP, pois pode ocorrer no indivíduo compensado. A fibrilação atrial também pode ser um complicador, pois aumenta o BNP por si só.

Indivíduos com doença arterial coronariana significativa não são considerados como tendo ICFEP (nota: não está evidente no texto quais seriam os limites).

ESC 2019: na fibrilação atrial, cardioverta com dose máxima!

Critérios maiores:

  1. e’ septal < 7 cm/s ou e’ lateral < 10 cm/s (idade 75 anos)
  2. e’ septal < 5 cm/s ou e’ lateral < 7 cm/s (idade > 75 anos)
  3. E/e’média > 15
  4. Velocidade de pico da regurgitação tricúspide > 2,8 m/s
  5. PSAP > 35 mmHg
  6. IVAE > 34 ml/m2 (ritmo sinusal)
  7. IVAE > 40 ml/m2 (FA)
  8. IMVE > 149 g/m2 (homens), > 122 g/m2 (mulheres) e com espessura parietal relativa > 42
  9. NTproBNP > 220 pg/ml, BNP > 80 pg/ml (ritmo sinusal)
  10. NTproBNP > 660 pg/ml, BNP > 240 pg/ml (FA)

Critérios menores:

  1. E/e’ média = 9 a 14
  2. GLS < 16%
  3. IVAE de 29-34 ml/m2 (ritmo sinusal)
  4. IVAE de 34-40 ml/m2 (FA)
  5. IMVE > 115 g/m2 (homens), > 95 g/m2 (mulheres) com EPR > 42
  6. Espessura diastólica final > 12 mm
  7. NTproBNP de 125 a 220 pg/ml, BNP de 35 a 80 pg/ml (ritmo sinusal)
  8. NTproBNP de 375 a 660 pg/ml, BNP de 105 a 240 pg/ml (FA)

ESC 2019: sangramento com DAPT pode ser por neoplasia oculta

Autor:

Referências:

  • Burkert Pieske, Carsten Tschöpe, Rudolf A de Boer, Alan G Fraser, Stefan D Anker, Erwan Donal, Frank Edelmann, Michael Fu, Marco Guazzi, Carolyn S P Lam, Patrizio Lancellotti, Vojtech Melenovsky, Daniel A Morris, Eike Nagel, Elisabeth Pieske-Kraigher, Piotr Ponikowski, Scott D Solomon, Ramachandran S Vasan, Frans H Rutten, Adriaan A Voors, Frank Ruschitzka, Walter J Paulus, Petar Seferovic, Gerasimos Filippatos, How to diagnose heart failure with preserved ejection fraction: the HFA–PEFF diagnostic algorithm: a consensus recommendation from the Heart Failure Association (HFA) of the European Society of Cardiology (ESC), European Heart Journal, , ehz641, https://doi.org/10.1093/eurheartj/ehz641

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.