Hepatologia

Estudo americano aponta aumento de pacientes na fila e dos transplantes de fígado durante a pandemia

Tempo de leitura: 3 min.

Os registros de pacientes na lista de espera para transplantes de órgão relacionados com a hepatite alcoólica aumentaram durante a pandemia de Covid-19, além do número de transplantes de fígado, segundo um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos e publicado na revista científica Jama Network em outubro. 

Os dois indicadores cresceram em mais de 50% e, nos dois casos, os cientistas apontam a possível relação com o aumento da venda de álcool durante o isolamento social.

Saiba mais: Perspectivas da máquina de perfusão hipotérmica no transplante hepático

Considerando o período de junho de 2020 a janeiro de 2021, o estudo apontou que tanto na lista de espera quanto nos transplantes os aumentos excederam os “valores previstos” em uma média de 59,5% e de 62,0%, respectivamente. 

“Embora não possamos confirmar a causalidade, esse estudo fornece evidências de um aumento alarmante da hepatite alcoólica associada ao aumento conhecido no uso indevido de álcool durante a pandemia de Covid-19. E ainda destaca a necessidade de intervenções de saúde pública em torno do consumo excessivo de álcool”, afirmou Maia S. Anderson, primeira autora do estudo. 

Entre os novos inscritos na lista de espera no período da pandemia, 37,3% eram mulheres e 62,7% eram homens. A proporção se manteve parecida com o verificado no período anterior à Covid-19. 

Mais sobre o estudo 

Este estudo transversal descobriu que os registros da lista de espera de transplantes de fígado de doador falecido para hepatite alcoólica aumentaram significativamente durante a Covid-19, excedendo os volumes previstos pelas tendências pré-Covid-19 em mais de 50%, enquanto as tendências para consumo de álcool e doença hepática associada ao álcool permaneceram inalteradas. 

Embora não seja possível confirmar a causalidade, este aumento desproporcional em associação com o aumento das vendas de álcool pode indicar uma relação com aumentos conhecidos no uso indevido de álcool durante a pandemia. Como menos de 6% dos pacientes com hepatite alcoólica grave são listados para transplante, o aumento do volume da lista de espera durante a Covid-19 representa uma pequena fração do aumento da hepatite alcoólica, uma doença evitável com mortalidade em seis meses de até 70%. 

O estudo é limitado por sua natureza retrospectiva e mudanças na política de alocação e práticas do centro de transplante que podem ter afetado independentemente o registro da lista de espera de transplantes de fígado de doador falecido. Embora as mudanças na alocação em fevereiro de 2020 possam ter contribuído para aumentar os transplantes de fígado de doador falecido para hepatite alcoólica, o aumento simultâneo no registro da lista de espera apóia um aumento subjacente.

Ouça agora: Biofabricação de fígados a partir de células-tronco [podcast]

Embora o crescimento da adoção do transplantes de fígado de doador falecido precoce para hepatite alcoólica tenha elevado o número de registros na lista de espera e de transplantes de fígado de doador falecido para hepatite alcoólica nos últimos dois anos, isso não explicaria o aumento agudo durante a Covid-19 desproporcional às tendências pré-Covid. 

Este estudo fornece evidências de um crescimento alarmante na hepatite alcoólica associada ao aumento do uso indevido de álcool durante a Covid-19 e destaca a necessidade de intervenções de saúde pública em torno do consumo excessivo de álcool. 

Referências bibliográficas:

  

Compartilhar
Publicado por
Úrsula Neves

Posts recentes

Vaginose bacteriana: como identificar e abordar essa condição?

A vaginose bacteriana (VB) é a causa mais comum de corrimento vaginal em mulheres na…

10 horas atrás

Mais de 30 conteúdos novos no Whitebook; confira

Esta semana, o Whitebook ganhou 33 conteúdos novos. Além disso, 170 foram atualizados. Veja os…

10 horas atrás

Explorando emoções e percepções do paciente

Na terceira publicação da série Comunicação Médica, abordamos a importância da valorização das emoções na…

12 horas atrás

Informe-se sobre o piso salarial da enfermagem

A lei 14.434 institui o piso salarial de enfermagem, para enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares…

13 horas atrás

Hemorragia pós-parto: Quais são os fatores de risco para falha do tamponamento intrauterino?

Um trabalho revisou quais fatores poderiam facilitar a falha do tamponamento por balão em pacientes…

14 horas atrás

Há estimativa de risco para demência em pacientes que apresentaram delirium?

Um estudo estudou o risco de desenvolvimento de demência naqueles que apresentaram um episódio de…

15 horas atrás