Página Principal > Saúde Pública > Excesso de cafeína causa zumbido no ouvido
café

Excesso de cafeína causa zumbido no ouvido

Tempo de leitura: 2 minutos.

Por muitos anos, o consumo excessivo de cafeína tem sido apontado como um fator agravante para o zumbido do ouvido. A fisiopatologia por trás desse efeito provavelmente está relacionada ao bloqueio dos receptores de adenosina pela ação da cafeína no sistema nervoso central.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), são 278 milhões de pessoas com esse problema, caracterizado pela audição de um som constante ou que vai e volta, semelhante a um chiado, sirene, apito ou motor, sem ter nenhuma relação de causa e efeito com o ambiente.

Já no Brasil, estima-se que há de 34 a 48 milhões de pessoas com o sintoma, tratando-se de um aumento expressivo em relação aos 28 milhões estimados há quase 20 anos. Os dados são do Instituto Ganz Sanchez, o primeiro centro latinoamericano de investigação e tratamento de zumbido no ouvido e intolerância a sons.

A cafeína pode ser encontrada em produtos como chocolate, café, chás preto e verde, mate, refrigerantes, chimarrão e bebidas estimulantes. Medicamentos como Dorflex e Neosaldina também possuem cafeína em suas fórmulas.
Uma boa saída para pacientes com zumbido no ouvido nesta época de Páscoa é substituir os tradicionais pelas versões dietéticas, consumir chocolates acima de 70% de cacau ou ainda provar a alfarroba, um substituto do doce que não tem açúcar, glúten ou lactose, e que pode ser consumido com moderação por qualquer pessoa.

Estudos realizados recentemente comprovam que pacientes com menos de 60 anos de idade com zumbido bilateral e consumo diário de café entre 150 e 300 mL são mais propensos a se beneficiar com a redução do consumo. Períodos de observação de 30 dias podem ser úteis para uma melhor decisão terapêutica. Assim como o café, o consumo exagerado de chocolate por crianças ou adultos, mais comum nesta época do ano com a proximidade com a Páscoa, pode provocar o aparecimento do zumbido.

Leia maisDia Mundial do Café: veja 5 benefícios da bebida preferida dos brasileiros

Segundo Tanit Ganz Sanchez, otorrinolaringologista e fundadora do Instituto Ganz Sanchez, o excesso de chocolate pode afetar o aparelho auditivo: “O chocolate contém substâncias que podem agredir os ouvidos, como o açúcar e a cafeína. Em alguns organismos, quando o açúcar (glicemia) aumenta no sangue depois da ingestão de doces, o pâncreas passa a produzir mais insulina do que o necessário para controlar a quantidade de açúcar presente. Essa insulina em demasia provoca um desequilíbrio bioquímico, que atrapalha o funcionamento normal do ouvido”, explica.

Nas pessoas que sofrem com zumbido em decorrência de problemas de metabolismo de açúcar ou cafeína é necessário restringir o consumo por 30 dias para que o ouvido possa se recuperar.

“A cafeína acelera o sistema nervoso e, como o zumbido já é, por natureza, um sintoma com ritmo acelerado, ele pode aparecer ou piorar ainda mais o quadro. Isso, geralmente, acontece cerca de uma hora após a pessoa tomar a cafeína”, esclarece a especialista, criadora da Campanha Nacional de Alerta ao Zumbido (conhecido como Novembro Laranja).

Em algumas pessoas, o zumbido desaparece normalmente, porém em alguns casos, é preciso recorrer a tratamentos específicos, principalmente se o paciente substitui o chocolate por outro tipo de doce, que também pode causar o zumbido.

É médico e quer ser colunista do Portal da PEBMED? Inscreva-se aqui!

Autor:

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.