FDA autoriza o comercio do primeiro teste residencial para clamídia e gonorreia

Desde de 2023, a Rede Nacional de Laboratórios do Sistema Único de Saúde (SUS) oferece testes de clamídia e gonorreia de maneira definitiva.

A FDA (U.S. Food and Drug Administration) autorizou, no último dia 15 de novembro, a comercialização nos Estados Unidos de um teste diagnóstico para clamídia e gonorreia que pode ser realizado em casa pelos pacientes e vendido sem prescrição em farmácias. 

Saiba mais: Gonorreia na Atenção Primária: pontos de atenção [podcast] 

O teste, chamado de Simple 2 Test, é destinado a pessoas de mais de 18 anos e funciona através de swab vaginal ou coleta de urina, de acordo com o usuário. Ele é capaz de detectar a presença de Chlamydia trachomatis e Neisseria gonorrhoeae. Após a coleta o usuário deve realizar um registro online e enviar as amostras para o laboratório designado. Os resultados também são disponibilizados de forma eletrônica com instruções médicas de acordo com os resultados. 

Para um dos diretores da FDA, Dr. Jeff Shuren, “Essa autorização define um marco importante na saúde pública, dando aos pacientes mais informações sobre sua saúde do conforto de suas casas.” 

FDA autoriza comercialização do primeiro teste para clamídia e gonorreia com coleta em casa

FDA autoriza comercialização do primeiro teste para clamídia e gonorreia com coleta em casa

Clamídia e gonorreia 

De acordo com dados do CDC, só nos Estados Unidos, em 2021 foram estimados 1,6 milhões de casos de clamídia e 700 mil casos de gonorreia, o que faz delas as duas infecções sexualmente transmissíveis (IST) mais comuns no país.  

A OMS estima que ISTs curáveis não virais, como a clamídia e gonorreia, gerem anualmente mais de 300 milhões de casos, principalmente em países de renda média-alta, como o Brasil. 

Leia também: AIDS 2023: Uso de doxiciclina como profilaxia de ISTs 

Testagem no SUS 

Desde julho de 2023, a Rede Nacional de Laboratórios do Sistema Único de Saúde (SUS) oferece testes de clamídia e gonorreia de maneira definitiva. Os testes de amplificação de ácidos nucleicos (NAAT) permitem detectar os patógenos em uma única amostra, sendo úteis para o diagnóstico precoce em pessoas sem sintomas diminuindo os riscos de complicações. 

Este artigo foi revisado pela equipe médica do Portal.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe o Whitebook Tenha o melhor suporte
na sua tomada de decisão.
Referências bibliográficas: Ícone de seta para baixo