Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Saúde & Tecnologia / FENAM divulga novo piso salarial dos médicos para 2017

FENAM divulga novo piso salarial dos médicos para 2017

Acesse para ver o conteúdo
Esse conteúdo é exclusivo para usuários do Portal PEBMED.

Para continuar lendo, faça seu login ou inscreva-se gratuitamente.

Preencha os dados abaixo para completar seu cadastro.

Ao clicar em inscreva-se, você concorda em receber notícias e novidades da medicina por e-mail. Pensando no seu bem estar, a PEBMED se compromete a não usar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Inscreva-se ou

Seja bem vindo

Voltar para o portal

Tempo de leitura: < 1 minutos.

A Federação Nacional dos Médicos (FENAM) divulgou o novo piso salarial dos médicos para 2017: R$ 13.847,93 para 20 horas semanais de trabalho. O valor mínimo proposto para uma consulta também foi alterado, passando para R$ 170,00.

Segundo a nota divulgada no site da FENAM, o piso salarial é reajustado anualmente e serve para orientar as negociações coletivas da categoria. O aumento é calculado segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), do IBGE. O índice acumulado, em 2016, foi de 6,58%.

Veja aqui o piso salarial do médico em 2019!

O presidente da FENAM, Otto Baptista, defende que o valor do piso seja a remuneração mínima a todos os médicos, tanto no serviço público quanto no privado. Durante meses, a entidade, buscou pesquisar juntamente dos sindicatos filiados para chegar a um valor que contemplasse os anseios da categoria e incluísse custos operacionais e de remuneração do trabalho médico.

Confira a evolução do Piso FENAM nos últimos 10 anos:

2007 R$ 3.481,76 – 10 h
2008 R$ 7.503,18 – 20 h
2009 R$ 8.239,24 – 20 h
2010 R$ 8.594,35 – 20 h
2011 R$ 9.188,22 – 20 h
2012 R$ 9.813,00 – 20 h
2013 R$ 10.412,00 – 20 h
2014 R$ 10.991,19 – 20 h
2015 R$ 11.675,94 – 20 h
2016 R$ 12.993,00 – 20 h
2017 R$ 13.847,93 – 20 h

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Referências:

Um comentário

  1. Avatar
    Evanuel Alves da Sivla

    Hoje em dia quem dita o salário Medico são as empresas que terceirizão o serviço das UPAS, HOSPITAIS e PSF assim como as prefeituras mantendo o mesmo valor salarial de dois ou três anos atrás, sendo que diversificam esses valores. No serviço público , alegasse que não podem pagar, mas obras e portarias, existem um grande movimento de dinheiro. Pergunto qual o motivo de não implantar o piso nacional e manter ? Com essa nova mudança de gestor esse ano onde moro e cidades próximas, os valores implantados pra classe medica voltados ao PSF, foi de R$ 4000,00, com 40h semanais, valor liquido. Plantão de R$ 500,00 por 12h, com atendimento próximo de 100 pessoas ou mais.
    O próprio governo federal, paga no programa Mais Médico, R$ 11000,00, sem imposto. Como responder essas questões salariais ?
    Saem formandos de várias faculdades e adentram em um mercado de trabalho cada vez desvalorizado onde alguns formandos dizem está assim barato devido a oferta e procura de emprego. Não , a verdade é outra. Como resolver? Na constituição diz que não deve regredir salário e é o que vemos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.