Fibromialgia: tai chi vs exercício aeróbico no manejo dos sintomas - PEBMED

Fibromialgia: tai chi vs exercício aeróbico no manejo dos sintomas

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

A fibromialgia afeta aproximadamente 2 a 4% da população com idade entre 18 e 65 anos em todo o mundo. O tratamento desses indivíduos é dividido entre medidas farmacológicas e não farmacológicas. Um artigo do British Medical Journal objetivou determinar a eficácia do tai chi em comparação com o exercício aeróbico como intervenção não farmacológica para essa síndrome.

Para isso, foi realizado um estudo prospectivo, randomizado, de 52 semanas, com 226 adultos com fibromialgia dos Estados Unidos, entre 2012 e 2016. Os participantes foram randomizados para exercício aeróbico supervisionado (24 semanas, duas vezes por semana) ou tai chi supervisionado (12 ou 24 semanas, uma ou duas vezes por semana).

O desfecho primário foi a mudança nos escores do questionário de impacto da fibromialgia (FIQR) na 24ª semana, em comparação com o valor no baseline.

estetoscópio pendurado no pescoço do médico

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Tai chi vs exercício aeróbico

As pontuações do FIQR melhoraram em todos os grupos de tratamento, mas o de tai chi foi melhor (diferença entre os grupos = 5,5 pontos; IC de 95%: 0,6 a 10,4; p = 0,03). O tratamento com tai chi, comparado ao exercício aeróbico administrado com a mesma intensidade e duração (24 semanas, duas vezes por semana), teve maior benefício (diferença no FIQR = 16,2 pontos: 8,7 a 23,6; p < 0,001).

Os participantes foram mais ativos nas sessões de tai chi do que nas de exercícios aeróbicos. Os efeitos do tai chi foram consistentes em todos os instrutores. Nenhum evento adverso grave relacionado às intervenções foi relatado.

Pelos achados, os pesquisadores concluíram que o tai chi resulta em melhora semelhante ou até maior nos sintomas da fibromialgia do que o exercício aeróbico. Essa abordagem “mente e corpo” pode ser considerada uma opção terapêutica no manejo multidisciplinar da doença.

Acupuntura no tratamento da fibromialgia

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

  • Wang Chenchen, Schmid Christopher H, Fielding Roger A, Harvey William F, Reid Kieran F, Price Lori Lyn et al. Effect of tai chi versus aerobic exercise for fibromyalgia: comparative effectiveness randomized controlled trial BMJ 2018; 360 :k851

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar