Fremanezumabe é aprovado para profilaxia de enxaqueca no Brasil - PEBMED

Fremanezumabe é aprovado para profilaxia de enxaqueca no Brasil

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Desde 2017, temos falado no portal da PEBMED sobre novas opções medicamentosas de profilaxia para enxaqueca, os anticorpos contra peptídeos relacionados ao gene da calcitonina (CGRP). Primeiro, comentamos sobre o estudo que trouxe o fremanezumabe como opção de profilaxia de enxaqueca, depois citamos a aprovação do erenumabe e do fremanezumabe pela Food and Drug Administration (FDA).

No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Santiária (Anvisa) aprovou, no início do ano, o erenumabe. Como novidade, esta semana, a Anvisa aprovou o fremanezumabe (com nome comercial AJOVY®) para uso no Brasil.

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Novo medicamento para enxaqueca

O Ajovy® está disponível em dose única de 225 mg/1,5 mL em seringa com duas opções de dose – 225 mg administrados mensalmente como uma injeção subcutânea, ou 675 mg de três em três meses (trimestral), administrados em três injeções subcutâneas. A medicação pode ser administrada no consultório por um profissional de saúde ou em casa pelo paciente ou cuidador.

Nos estudos de fase III entre adultos com enxaqueca incapacitante, o fremanezumab reduziu o número de dias de enxaqueca mensais ao longo de 12 semanas em relação ao placebo. Reações no local da injeção foram os eventos adversos mais comuns.

A liberação do produto para o mercado brasileiro foi publicada no último dia 16, no Diário Oficial da União. A previsão é de que o medicamento esteja disponível para comercialização no primeiro semestre de 2020. Ainda não há informações sobre preço e locais de venda.

Quer receber as principais novidades em Clínica Médica? Inscreva-se em nosso Whatsapp!

Autor:

Referências bibliográficas:

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar