Página Principal > Neurologia > Ginkgo biloba reduz a perda cognitiva após um AVC?
folha de ginkgo biloba

Ginkgo biloba reduz a perda cognitiva após um AVC?

Tempo de leitura: 2 minutos.

Ginkgo biloba é uma substância estimulante para o cérebro que facilita o fluxo sanguíneo arterial, cerebral e periférico, melhorando a oxigenação das células. É indicada para o tratamento da perda de memória e estágios iniciais de demência. Um novo artigo do British Medical Journal investigou os benefícios do uso dessa substância após um AVC.

Para isso, foi realizado um ensaio prospectivo multicêntrico, randomizado e cego, com 348 indivíduos com história de AVC agudo, de cinco hospitais na província de Jiangsu, na China. Os participantes foram randomizados para receber 450 mg de extrato de ginkgo biloba com 100 mg de aspirina por dia (n=179) ou 100 mg de aspirina por dia por 6 meses (n=169).

O desfecho primário foi o declínio na Avaliação Cognitiva Montreal (MoCA) aos 6 meses; e os secundários foram outros testes neuropsicológicos de função cognitiva e neurológica e a incidência de eventos adversos e vasculares.

No grupo da ginkgo biloba foi observada uma desaceleração acentuada no declínio cognitivo pelo escore MoCA em comparação com os controles (-2,77 ± 0,21 vs -1,99 ± 0,23; p = 0,0116 [30 dias]; -3,34 ± 0,24 vs -2,48 ± 0,26; p = 0,0165 [90 dias]; -4,00 ± 0,26 vs -2,71 ± 0,26; p = 0,0004 [180 dias]) .

O escore do National Institutes of Health (NHISS) aos 12 e 30 dias, o da escala de Rankin modificada (ERm) aos 30, 90 e 180 dias e de Barthel em 30, 90 e 180 dias no grupo Ginkgo biloba foram significativamente melhores em comparação com controles. Os mesmos resultados foram observados nos escores do Mini Exame do Estado Mental (MEEM) de 30, 90 e 180 dias, escala de Webster aos 30 dias e no índice de disfunção executiva em 30 e 180 dias. Não foram observadas diferenças significativas na incidência de eventos adversos ou vasculares.

Com bases nos achados, os autores do estudo concluíram que a ginkgo biloba, em combinação com o tratamento com aspirina, reduziu a perda cognitiva e neurológica após o AVC isquêmico agudo, sem aumentar a incidência de eventos adversos e vasculares.

Veja o estudo completo nesse link.

Leia também: ‘Veja quais interações medicamentosas são perigosas ou benéficas’

Referências:

  • Li S, Zhang X, Fang Q, et al Ginkgo biloba extract improved cognitive and neurological functions of acute ischaemic stroke: a randomised controlled trial Stroke and Vascular Neurology 2017;2:doi: 10.1136/svn-2017-000104

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.