Saúde Pública

H5N8: Alemanha e Filipinas registram novos casos de gripe aviária

Tempo de leitura: 2 min.

Em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a gripe aviária, do subtipo H5N6 do vírus influenza, ressurge em alguns países pelo mundo. Nos últimos dias, foram confirmados novos casos de gripe aviária H5N8 na Alemanha e nas Filipinas.

O caso alemão foi registrado em uma fazenda de criação de frangos na Saxônia, no leste do país, segundo informou o Ministério de Assuntos Sociais e Proteção do país.

O caso envolve a gripe aviária do tipo H5N8, encontrado em uma fazenda em Bad Lausick, uma cidade perto do distrito de Leipzig. Todas as aves na unidade foram sacrificadas e uma área de quarentena estabelecida ao redor. Um caso anterior havia sido registrado em uma ave selvagem na Alemanha, em janeiro.

Já nas Filipinas, o registro foi realizado pelas autoridades do Departamento de Agricultura das Filipinas, que detectou casos da gripe aviária H5N6 em uma fazenda de codornas, na cidade de Jaen, província de Nueva Ecija.
As aves foram testadas depois que 1,5 mil codornas morreram em uma fazenda, segundo informações da agência de notícias do governo filipino.

No total, 12 mil aves foram sacrificadas e processos de higienização e desinfecção estão sendo realizados no país.

A Bulgária também registrou casos da doença no mês passado, quando autoridades da agência de segurança alimentar anunciaram um surto do vírus em uma fazenda de patos na cidade de Rakovski, ao sul do país. Quase 6 mil patos da fazenda já foram abatidos. Nesse mesmo mês, a China identificou um surto da gripe, como falamos aqui no Portal.

Mais casos na Europa

Nos últimos meses, uma série de casos da doença tem sido registrada na Europa. Esses fatos, no passado, levaram a grandes impactos sobre a indústria de aves europeia e a programas de sacrifício em massa.

Casos de gripe aviária foram registrados desde o final de 2019 em quatro países da Europa Central: Eslováquia, Polônia, Hungria e República Checa.

Gripe aviária

A gripe aviária é causada por uma mutação do vírus influenza A, transmissor da gripe, o H5N1. Outras variações do vírus, como H7N7, H7N9 e H9N2, também já infectaram humanos.

A gripe ou influenza aviária (IA) é uma doença altamente contagiosa, que ocorre principalmente em aves e menos comumente em suínos.

Apesar de ser contagiosa entre as pessoas, a possibilidade de transmissão é baixa, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). A maioria das infecções humanas por H5N8 surge após o contato prolongado e próximo com as aves infectadas.

As manifestações clínicas da gripe aviária abrangem febre, tosse, falta de ar, dispneia, hipóxia e evidências de doença respiratória do trato inferior com opacidade, consolidação e infiltrados nas imagens pulmonares.

As complicações incluem choque séptico, falência respiratória, síndrome da angústia respiratória aguda (SARA), hipoxemia refratária, falência renal, falência múltipla de órgãos, rabdomiólise, encefalopatia e infecções bacterianas secundárias.

A maioria dos pacientes precisa de internação em UTI. O tempo médio do surgimento dos sintomas até o óbito é de aproximadamente onze dias, podendo variar de sete a 20 dias. A evolução para óbito ocorre em cerca de 30% dos casos.

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Autor:

Referências bibliográficas:

Compartilhar
Publicado por
Úrsula Neves

Posts recentes

Uso dos antídotos dos novos anticoagulantes em pacientes com sangramento grave

O manejo do sangramento por anticoagulantes consiste de tratamento de suporte, uso de pró-coagulantes e…

3 horas atrás

Síndrome do Intestino Irritável: causas e sintomas [podcast]

Neste episódio, a Dra. Mariane Sávio, especialista em Coloproctologia e conteudista do Whitebook, falará sobre…

3 horas atrás

Anvisa alerta sobre casos raros de síndrome de Guillain-Barré pós-vacinação

A Anvisa emitiu um alerta para o acompanhamento de casos raros da síndrome de Guillain-Barré…

5 horas atrás

Efeitos adversos associados ao uso de cigarro eletrônico por gestantes

O tabagismo materno, sem dúvidas, é uma causa relevante e evitável de efeitos adversos na…

6 horas atrás

Hipertensão em adolescentes com doença renal crônica: usar definição de adultos ou de crianças?

Foi conduzida uma análise retrospectiva do “Estudo de Coorte de Doença Renal Crônica em Crianças”…

7 horas atrás

Melhores práticas perioperatórias em pacientes obesos

O anestesiologista precisa estar familiarizado com as melhores práticas atuais no manejo perioperatório de pacientes…

8 horas atrás