HIV: pela primeira vez cientistas eliminam o vírus em animais vivos

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Queremos saber a sua opinião! Gostou de ouvir essa notícia em áudio? Clique aqui e responda nossa pesquisa.

Mais um grupo de pesquisadores está tendo resultados positivos na luta contra o HIV. Dessa vez, a eliminação do vírus foi completa, em um experimento com animais vivos. Realizada por cientistas da Temple Universtity, Filadélfia, em parceria com a University of Pittsburgh, ambas nos Estados Unidos, a pesquisa utilizou a técnica de edição de DNA, conhecida como CRISPR/Cas9.

Quer receber diariamente notícias médicas no seu WhatsApp? Cadastre-se aqui!

Os pesquisadores fizeram o experimento em camundongos, que receberam células humanas infectadas com HIV. Eles partiram do estudo de prova de conceito publicado em 2016, onde foram utilizados modelos transgênicos de ratos e camundongos com DNA de HIV-1 incorporados no genoma dos tecidos animais. Na publicação, foi demonstrado que os fragmentos contaminados com o vírus poderiam ser eliminados.

Desde o estudo até o experimento, os cientistas melhoraram a estratégia, utilizando a edição de DNA, e procuraram ter uma maior abrangência. Dois outros tipos de roedores também tiveram resultado eficaz, um representando infecção aguda em células de rato e o outro representando infecção crônica ou latente em células humanas.

O próximo passo é fazer testes em primatas, já que seu organismo, quando infectado pelo vírus, induz à doença. O objetivo é demonstrar a eliminação em células T latentemente infectadas e outros locais de incubação para o HIV-1, incluindo células cerebrais. Após os resultados desta etapa, espera-se poder fazer ensaios clínicos utilizando a técnica em humanos.

Veja também: ‘Crianças com HIV podem ser a chave para cura’

A coordenação do trabalho é de Wenhui H., professor do Departamento de Patologia da Lewis Katz School of Medicina (LKSOM da Temple University); Laura H. Carnell, professora e presidente do Departamento de Neurociências, diretora do Centro de Neurovirologia e diretora do Centro Compreensivo de NeuroAIDS da LKSOM; e dos PhDs Won-Bin Young e Kamel Khalili.

Referências:

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar