Enfermagem

Intoxicação exógena em crianças: conduta do enfermeiro

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

Intoxicação exógena consiste na introdução de substâncias no organismo em doses nocivas, que podem comprometer a sua funcionalidade. Na intoxicação, ocorre a produção de metabólitos que provocam uma instabilidade transitória nos sistemas fisiológicos. É considerada uma emergência pediátrica potencialmente grave, mesmo que a criança esteja assintomática.

É importante que o enfermeiro investigue como ocorreu o episódio de intoxicação, a substância ingerida, a quantidade ingerida, há quanto tempo a substância foi ingerida e os sinais e sintomas iniciais. Além disso, deve verificar o uso de medicamentos, presença de distúrbios psiquiátricos e história de tentativas de suicídio, principalmente em adolescentes.

Veja também: Quais os perigos do slime caseiro para as crianças?

Avaliação clínica

A avaliação clínica inicial da criança tem o objetivo de identificar situações de risco eminente de morte. Dessa forma, a prioridade no exame físico é avaliar as condições respiratórias, a função cardiovascular e a presença de alterações neurológicas. Os cuidados iniciais de enfermagem são:

  • Verificação e monitorização dos sinais vitais e oximetria de pulso;
  • Avaliação do nível de consciência e reatividade das pupilas;
  • Verificação da glicemia capilar;
  • Punção de acesso venoso calibroso, manutenção das vias aéreas abertas e auxílio na intubação orotraqueal (IOT), se necessário. 

Após a estabilização clínica da criança, a equipe deve considerar a realização da descontaminação gástrica. Esse procedimento pode envolver duas etapas: a lavagem gástrica e o uso do carvão ativado, se o episódio de intoxicação tiver ocorrido há duas horas, no máximo. Em algumas intoxicações, pode-se utilizar antídoto, de preferência dentro de 8 a 10 horas do ocorrido. Medidas de suporte devem ser realizadas de acordo com cada caso de intoxicação como aquecimento do paciente, reposição volêmica, manejo das alterações neurológicas, oxigênio suplementar, etc. 

Saiba mais: Coma por intoxicação: Como suspeitar? Como proceder?

Por fim, toda criança vítima de intoxicação exógena, mesmo que assintomática, deve ficar em observação, por um período de 6 horas no mínimo, em unidade hospitalar, podendo ter alta, caso permaneça assintomática.

É necessário que a equipe de saúde entre em contato com o Centro de Intoxicação para obter esclarecimentos acerca da substância tóxica, bem como orientações sobre a conduta terapêutica em cada caso.

Para saber mais sobre a assistência de enfermagem à criança vítima de intoxicação exógena baixe o aplicativo Nursebook e acesse os principais diagnósticos e cuidados de Enfermagem!

Referências:

  • Silva CAM, et al. Intoxicações agudas por medicamentos de uso comum em pediatria. Guia Prático de Atualização, Departamento Científico de Toxicologia, nº01, fev, 2018.
  • Olson KR. Manual de Toxicologia Clínica. 6ª ed, Artmed; Porto Alegre, 2014.
  • Kliegman RM. Nelson Textbook of Pediatrics. 20th ed: Elsevier; Nova Iorque, 2016.
Compartilhar
Publicado por
Nathalia Schuengue

Posts recentes

Whitebook – Doença da Arranhadura do Gato (DAG)

A DAG é desenvolvida pelo contato da pele humana com as unhas ou a língua…

2 dias atrás

Vaginose bacteriana: como identificar e abordar essa condição?

A vaginose bacteriana (VB) é a causa mais comum de corrimento vaginal em mulheres na…

3 dias atrás

Mais de 30 conteúdos novos no Whitebook; confira

Esta semana, o Whitebook ganhou 33 conteúdos novos. Além disso, 170 foram atualizados. Veja os…

3 dias atrás

Explorando emoções e percepções do paciente

Na terceira publicação da série Comunicação Médica, abordamos a importância da valorização das emoções na…

3 dias atrás

Informe-se sobre o piso salarial da enfermagem

A lei 14.434 institui o piso salarial de enfermagem, para enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares…

3 dias atrás

Hemorragia pós-parto: Quais são os fatores de risco para falha do tamponamento intrauterino?

Um trabalho revisou quais fatores poderiam facilitar a falha do tamponamento por balão em pacientes…

3 dias atrás